sicnot

Perfil

Desporto

Juventus e Nápoles apurados para os quartos da Taça de Itália

A Juventus apurou-se esta quarta-feira para os quartos de final da Taça de Itália em futebol ao vencer na receção ao Torino por 4-0, juntando-se ao Nápoles que não teve dificuldades para vencer em casa o Verona.

Os campeões italianos abriram o marcador aos 28 minutos, por Simone Zasa, o mesmo jogador aumentou a vantagem aos 51 minutos, e o argentino Paulo Dybala assinou o 3-0, aos 73, para Pogba fechar a contagem aos 82.

Os campeões italianos abriram o marcador aos 28 minutos, por Simone Zasa, o mesmo jogador aumentou a vantagem aos 51 minutos, e o argentino Paulo Dybala assinou o 3-0, aos 73, para Pogba fechar a contagem aos 82.

ALESSANDRO DI MARCO / Lusa

Os campeões italianos abriram o marcador aos 28 minutos, por Simone Zasa, o mesmo jogador aumentou a vantagem aos 51 minutos, e o argentino Paulo Dybala assinou o 3-0, aos 73, para Pogba fechar a contagem aos 82.

O Nápoles também não sentiu dificuldades para eliminar o Verona, por 3-0, com o marroquino El Kaddouri a abrir o marcador logo aos quatro minutos, vantagem que o internacional belga Dries Mertens ampliou aos 12.

Na segunda parte, o espanhol José Callejon, ex-Real Madrid, fechou o resultado aos 75 minutos.

Antes, o Carpi, penúltimo classificado da Liga italiana de futebol, fez 'tombar' a 'gigante' Fiorentina, orientada pelo português Paulo Sousa, ao vencer por 1-0, em Florença

O golo que ditou o afastamento do segundo classificado da Seria A foi marcado aos 76 minutos, pelo centrocampista António Di Gaudio.

Os oitavos de final da Taça de Itália têm sido marcados pelos 'tomba-gigantes', como o atesta o facto de hoje a AS Roma ter sido afastada pelo Spezia, equipa que milita na Série B, segundo escalão, na serie de penáltis após um nulo no final do prolongamento.

Na terça-feira foi a vez do modesto Alessandria, que integra o grupo A do Lega Pro, terceiro escalão, a deixar pelo caminho o Génova, da Série A, depois de uma vitória por 2-1, no prolongamento.

Lusa

  • Catalunha vs Espanha
    29:35

    Grande Reportagem SIC

    2017 ficará como o ano da Catalunha e de como a região espanhola foi falada em todo o mundo, por causa do grito de independência que não aconteceu. O jornalista Henrique Cymerman esteve na Catalunha e foi um dos únicos repórteres do mundo que conseguiu chegar ao esconderijo do presidente demissionário do Governo catalão, Carles Puigdemont, em Bruxelas.

  • Tiroteio em Espanha causa três mortos

    Mundo

    Um tiroteio na cidade espanhola de Teruel, na região de Aragão, fez esta quinta-feira três mortos, entre os quais dois elementos da Guardia Civil. O atirador está em fuga.

  • As IPSS são estruturantes no país. Fazem o que Estado não faz porque não pode, não quer, ou não chega a tudo. Chama-se sociedade civil a funcionar. E o Estado subsidia, ajuda, (com)participa, apoia. Nada contra. A questão é quando as IPSS e outras instituições, fundações, associações, federações e quejandas se tornam verdadeiras "indústrias".

    Pedro Cruz

  • Os Simpsons já sabiam em 1998 que a Fox iria pertencer à Disney

    Cultura

    Os Simpsons acertaram outra vez. Algo que tem acontecido regularmente nos últimos tempos, com a eleição de Donald Trump, o aparecimento do vírus Ébola ou o escândalo dos Panama Papers. Desta vez, a previsão remonta a 1998, quando a série previu que a 20th Century Fox iria pertencer à Disney.

    SIC