sicnot

Perfil

Desporto

Presidente do Rio Ave confirma transferência de Marvin para o Sporting

O presidente do Rio Ave, António Silva Campos, confirmou esta quinta-feira, pela primeira vez, que o extremo Marvin Zeegelaar será jogador do Sporting, já a partir de janeiro.

"O Marvin (na imagem) será jogador do Sporting a partir do início de janeiro. É com muita pena que o vemos partir, porque é um bom jogador, com um grande futuro, mas o Rio Ave necessita de vender ativos para angariar receitas que nos mantenham como um clube cumpridor", afirmou o dirigente. (Arquivo)

"O Marvin (na imagem) será jogador do Sporting a partir do início de janeiro. É com muita pena que o vemos partir, porque é um bom jogador, com um grande futuro, mas o Rio Ave necessita de vender ativos para angariar receitas que nos mantenham como um clube cumpridor", afirmou o dirigente. (Arquivo)

© Miguel Vidal / Reuters

O dirigente garantiu que as negociações dos dois clubes já estão concluídas, e que o atleta não volta a vestir a camisola do Rio Ave esta época.

"O Marvin será jogador do Sporting a partir do início de janeiro. É com muita pena que o vemos partir, porque é um bom jogador, com um grande futuro, mas o Rio Ave necessita de vender ativos para angariar receitas que nos mantenham como um clube cumpridor", afirmou o dirigente à margem do jantar de Natal do Rio Ave.

António Silva Campos não quis avançar a duração do contrato do holandês com os 'leões' nem quantificar os valores que entram nos cofres do Rio Ave com a venda.

"Quando realizamos qualquer negócio queremos sempre mais, mas estávamos muito limitados, porque era um jogador em final de contrato, que em janeiro podia assinar por qualquer outro clube. Sabíamos que havia mais emblemas interessados nele", completou.

O presidente do emblema da foz do Ave afirmou que poderá haver mais saídas na reabertura do mercado em janeiro.

"Estamos a fazer um bom campeonato, há muitos observadores, de grandes equipas, atentos aos nossos jogos e pode aparecer uma surpresa", desabafou.

O dirigente não falou em contratações, considerando que "dentro do plantel há bons valores para colmatar as saídas".

O dirigente abordou, ainda, o próximo compromisso da equipa, frente ao Benfica, no Estádio da Luz, considerando que o "o Rio Ave tem qualidade para pontuar frente ao Benfica".

"Contra o Benfica temos de ser nós próprios, já demonstrámos que temos bom futebol, mas temos de respeitar o adversário. É um grande clube, com grande plantel, mas com toda a coragem vamos demonstrar que o Rio Ave tem uma boa equipa e sabemos que somos capazes de pontuar na Luz", garantiu.

Confrontado com alguma instabilidade nas 'águias', após o empate no último desafio, frente ao União da Madeira, António Silva Campos considerou que tal pode ser uma "dificuldade extra" para a sua equipa.

"O Benfica tem o orgulho ferido e a jogar em casa, quererá demonstrar que o empate no último jogo foi um acidente. Estou certo que vão entrar em jogo com mais raça e querer o que nos pode criar ainda mais dificuldades", analisou.

O presidente do clube vila-condense falou, ainda, sobre a passagem da equipa aos quartos de final da Taça da Portugal, sublinhando o objetivo de chegar à final da competição.

"Queremos estar no Jamor, e já estamos num patamar que nos permite sonhar com isso. Sem o Sporting e o Benfica no caminho as coisas estão mais fáceis, mas ainda temos em prova grande equipas como o FC Porto ou Sporting de Braga. Temos respeitar todos os adversários mas manter essa ambição", sublinhou.

Sobre a prestação da equipa no campeonato, António Silva Campos considerou que o grupo está a cumprir com os objetivos traçados no início da época.

"Sempre dissemos que queríamos andar nos oito primeiros e sempre a piscar uma qualificação para a Europa. Estamos agora no quinto lugar, e isso enquadra-se perfeitamente nos nossos objetivos. Mas ainda falta muito campeonato e o importante é como acaba", concluiu.

Lusa

  • "Os governos são diferentes mas o povo é o mesmo"
    0:45

    Economia

    O Presidente da República atribui o resultado do défice do ano passado ao espírito de sacrifício do povo português. Num jantar em Coimbra para assinalar o Dia do Estudante, Marcelo Rebelo de Sousa considerou ainda que o valor do défice de 2016 é a prova de que com governos diferentes conseguem-se os mesmos objetivos.

  • Recuo na saúde é primeira derrota de peso para Donald Trump
    1:18

    Mundo

    O Presidente norte-americano sofreu esta sexta-feira uma derrota de peso. O líder da Câmara dos Representantes retirou a proposta do plano de saúde de Trump, que se preparava para um chumbo na câmara baixa do Congresso. Para já, mantém-se o Obamacare.

  • Pai do piloto da Germanwings defende inocência do filho

    Mundo

    O pai de Andreas Lubitz declarou esta sexta-feira que o filho não é o responsável pelo embate do avião da Germanwings contra um local montanhoso, que fez 150 mortos. O Ministério Público alemão concluiu em janeiro que o incidente em 2015 foi apenas da responsabilidade do piloto.