sicnot

Perfil

Desporto

Advogado de Platini reafirma que o seu cliente "está inocente"

O advogado de Michel Platini reafirmou hoje que o seu cliente "está inocente", à saída de mais de nove horas de audição perante a justica interna da FIFA, em Zurique.

Thibaut d'Alès defende o presidente da UEFA no processo em que Platini optou por não comparecer na audiência, por considerar que o processo, que poderá levar à sua destituição definitiva, está viciado.

"Michel Platini está inocente, como demonstrámos perante os juízes, apresentando numerosas provas e testemunhos escritos. Esperamos que a Comissão de Ética da FIFA faça justiça", disse d'Alès, advogado do escritório parisiense Clfford Chance, em declarações aos jornalistas.

Platini dissera na quarta-feira que não ia comparecer perante este tribunal da FIFA, para "mostrar a mais profunda indignação" por um processo que considera "unicamente político e visando impedir a candidatura à presidência da FIFA".

No processo, está nomeadamente em causa o recebimento de uma verba de 1,8 milhões de euros de Joseph Blatter, o presidente da FIFA que se demitiu este ano, com base em um contrato, não escrito, de conselheiro.

Lusa

  • BE diz que é urgente preparar o país para a saída do euro
    1:10

    País

    Catarina Martins diz que é urgente preparar o país para o cenário de saída do euro. No final da reunião da mesa nacional do Bloco de Esquerda, a coordenadora do partido criticou o encontro de líderes europeus em Roma e disse ainda que a Europa da convergência chegou ao fim.

  • "Mais UE não significa mais Europa"
    0:50

    País

    O secretário-geral do PCP insiste nas críticas à União Europeia. Um dia depois da comemoração dos 60 anos do Tratado de Roma, Jerónimo de Sousa defendeu, no Seixal, que o modelo europeu está esgotado e prejudica vários países, incluindo Portugal.

  • Aplicação WhatsApp acusada de permitir conversas secretas entre terroristas
    1:45
  • "Um Lugar ao Sol"
    17:05
    Perdidos e Achados

    Perdidos e Achados

    SÁBADO NO JORNAL DA NOITE

    O Perdidos e Achados foi conhecer como eram as férias de outros tempos. Quando o Estado Novo controlava o lazer dos trabalhadores e criava a ilusão de um país exemplar. Na Costa de Caparica, onde é hoje o complexo do INATEL estava instalada a maior colónia de férias do país, chamava-se "Um Lugar ao Sol".