sicnot

Perfil

Desporto

Advogado de Platini reafirma que o seu cliente "está inocente"

O advogado de Michel Platini reafirmou hoje que o seu cliente "está inocente", à saída de mais de nove horas de audição perante a justica interna da FIFA, em Zurique.

Thibaut d'Alès defende o presidente da UEFA no processo em que Platini optou por não comparecer na audiência, por considerar que o processo, que poderá levar à sua destituição definitiva, está viciado.

"Michel Platini está inocente, como demonstrámos perante os juízes, apresentando numerosas provas e testemunhos escritos. Esperamos que a Comissão de Ética da FIFA faça justiça", disse d'Alès, advogado do escritório parisiense Clfford Chance, em declarações aos jornalistas.

Platini dissera na quarta-feira que não ia comparecer perante este tribunal da FIFA, para "mostrar a mais profunda indignação" por um processo que considera "unicamente político e visando impedir a candidatura à presidência da FIFA".

No processo, está nomeadamente em causa o recebimento de uma verba de 1,8 milhões de euros de Joseph Blatter, o presidente da FIFA que se demitiu este ano, com base em um contrato, não escrito, de conselheiro.

Lusa

  • Estudante português desaparecido no mar Báltico

    País

    Um jovem português de 21 anos desapareceu na segunda-feira, dia 13 de novembro, enquanto fazia uma viagem de cruzeiro entre a cidade finlandesa de Helsínquia e a capital da Suécia, Estocolmo. As autoridades locais fizeram buscas na madrugada em que Diogo Penalva caiu ao mar Báltico, por volta das duas da manhã.

  • Político indiano oferece 1,3 milhões por decapitação de atriz

    Mundo

    Deepika Padukone é uma das personagens principais do filme que retrata a relação entre uma rainha hindu e um governante muçulmano. O filme enfureceu um político do Governo indiano, que ofereceu 1,3 milhões de euros como recompensa a quem decapitasse a atriz. A polícia já destacou agentes para proteger a atriz, bem como a sua família.