sicnot

Perfil

Desporto

Guardiola vai revelar o futuro no domingo

O treinador espanhol de futebol Pep Guardiola afirmou hoje que anunciará domingo a sua decisão sobre a continuidade no Bayern Munique e garantiu que o presidente do clube está a par da mesma.

"Oh rapazes. Já disse 200 milhões de vezes que tenho ainda um ano de contrato e que será aqui [no Bayern Munique] a minha próxima época. É isso!", referiu Guardiola na conferência de imprensa de antevisão do jogo de terça-feira para a Liga dos Campeões. (Arquivo)

"Oh rapazes. Já disse 200 milhões de vezes que tenho ainda um ano de contrato e que será aqui [no Bayern Munique] a minha próxima época. É isso!", referiu Guardiola na conferência de imprensa de antevisão do jogo de terça-feira para a Liga dos Campeões. (Arquivo)

© Michael Dalder / Reuters

"O clube, Karl-Heinz Rummenigge [o presidente] e eu já dissemos várias vezes que falaremos depois do último jogo deste ano [sábado com o Hannover]. Nada mudou. Vão saber no domingo", frisou o técnico do Bayern Munique em conferência de imprensa.

Questionado sobre se o seu "patrão" conhece a sua opção, Guardiola foi claro: "Rummenigge sabe de tudo".

O presidente do Bayern tinha prometido, no início de novembro, "uma surpresa, num sentido ou no outro, antes do Natal", acrescentando uns dias mais tarde que "ninguém é insubstituível".

A imprensa alemã insiste desde quinta-feira que o espanhol, a cumprir o seu terceiro e último ano de contrato com o clube alemão, vai abandonar os tricampeões alemães no final da temporada, enquanto os meios de comunicação espanhóis dão como certa a contratação de Carlo Ancelotti para o seu lugar.

Instado a comentar a hipótese de ser substituído pelo italiano, Guardiola revelou ter uma excelente relação com o antigo treinador do Real Madrid, que considera "um super treinador e um homem super".

Desde que assinou pelo clube bávaro, no verão de 2013, o catalão, de 44 anos, venceu dois campeonatos, uma Supertaça Europeia e um Mundial de clubes, tendo sido eliminado duas vezes nas meias-finais da Liga dos Campeões, pelo Real Madrid e pelo FC Barcelona, que viriam a sagrar-se campeões.

Lusa

  • Atacantes usaram "tática defendida pelos extremistas do Daesh"
    1:43

    Ataque em Barcelona

    O ex-presidente do Observatório de Segurança, Criminalidade Organizada e Terrorismo esteve em direto, para a SIC Notícias, onde falou sobre o ataque desta quinta-feira nas Ramblas, em Barcelona. José Manuel Anes falou na tática defendida na revista dos extremistas do Daesh e que foi usada neste ataque: a utilização de viaturas "de preferência as mais pesadas para matar o maior número de pessoas".