sicnot

Perfil

Desporto

Jorge Jesus nomeado para surpresa do ano, Mourinho para a polémica

A transferência de Jorge Jesus do Benfica para o Sporting está entre os candidatos a surpresa do ano no futebol para a estação norte-americana ESPN, que aponta as divergências entre José Mourinho e Eva Carneiro entre as maiores controvérsias.

HUGO DELGADO

A polémica mudança do treinador Jorge Jesus para os eternos rivais no início da época 2015/16 concorre na votação, que decorre no sítio oficial da ESPN na Internet, com a subida do Leicester à liderança da Liga inglesa de futebol, depois da 'aflição' para permanecer no escalão em 2014/15, e com o falhanço da transferência do guarda-redes espanhol David De Gea do Manchester United para o Real Madrid.

Na categoria de controvérsia de 2015, o diferendo entre o antigo treinador do Chelsea José Mourinho e a médica Eva Carneiro disputa este destaque com a investigação em curso na FIFA e com o alegado envolvimento do avançado francês Karim Benzema no caso de chantagem ao médio Mathieu Valbuena.

Indiretamente, Mourinho pode ver distinguida a defesa do título do Chelsea reconhecida como a desilusão de 2015, numa disputa com as fases de qualificação de Holanda para o Euro2016 e dos Estados Unidos para a Gold Cup e consequente ausência da Taça das Confederações de 2017.

Entre os protagonistas do ano, os futebolistas Lionel Messi, Robert Lewandowski, Neymar e Luis Suárez enfrentam a procuradora-geral dos Estados Unidos Loretta Lynch, responsável pela investigação ao organismo que rege o futebol mundial.

Anthony Martial (Manchester United), Harry Kane (Tottenham) e Sergi Roberto (FC Barcelona) são os candidatos a revelação do ano, enquanto Jamie Vardy (Leicester), Chris Smalling (Manchester United) e Pierre-Emerick Aubameyang (Borussia Dortmund) são os concorrentes a jogador que mais evoluiu.

O golo de Lionel Messi ao Athletic Bilbau na Taça do Rei, da norte-americana Carli Lloyd frente ao Japão na final do Mundial de futebol feminino e de Alessandro Florenzi (Roma) ao FC Barcelona na Liga dos Campeões são os destacados para o golo do ano.

Coletivamente, FC Barcelona, Bayern Munique e a seleção do Chile disputam o estatuto de equipa do ano, enquanto Luis Enrique (FC Barcelona), Jorge Sampaoli (Chile) e Massimiliano Allegri (Juventus) o de melhor treinador.

A ESPN pretende também eleger o momento do ano, colocando a votação os cinco golos de Lewandowski em cinco minutos, na reviravolta frente ao Wolfsburgo, a vitória do Chile na Copa América como anfitrião e os tributos prestados às vitimas dos atentados de 13 de novembro em Paris.

Lusa

  • O perfil do homicida de Barcelos
    2:42

    País

    Adelino Gomes Briote já tinha sido condenado por ofensas à integridade física da sogra e de uma filha. Em seis meses esta foi a segunda vez que o homem acusado do quádruplo homicídio em Barcelos esteve perante a justiça.

  • "Um Lugar ao Sol"
    17:05
  • Trump diz que Obamacare vai "colapsar"

    Mundo

    O Presidente norte-americano tentou desvalorizar a derrota política sofrida na sexta-feira no Congresso, ao desistir da revogação da lei de saúde pública do seu antecessor, conhecida como Obamacare, afirmando que esta vai colapsar por si mesma.

  • Milhares nas cerimónias fúnebres de dirigente do Hamas

    Mundo

    Milhares de palestinianos participaram nas cerimónias fúnebres de um dirigente do Hamas, assassinado esta sexta-feira, na Faixa de Gaza. Vários homens armados acompanharam o cortejo fúnebre até à mesquita, onde se fizeram as últimas orações.

  • Guerra na Síria não dá tréguas
    1:51

    Mundo

    Na Síria e ao mesmo tempo que decorrem novas negociações de paz, a guerra não dá tréguas. As imagens mostram o resultados dos últimos raides aéreos nos subúrbios de Damasco. O balanço provisório é de mais de 30 mortos e pelo menos 50 feridos.