sicnot

Perfil

Desporto

Três jogos da 19ª jornada da Liga marcados para dia das eleições presidenciais

A Liga Portuguesa de Futebol Profissional revelou hoje que três partidas da 19.ª jornada da Liga foram marcadas para o próprio dia das eleições presidenciais, apesar de ter procedido à antecipação das datas oficiais.

Será a segunda vez na sua carreira que Liran Liany, de 40 anos, estará num jogo dos bracarenses.

Será a segunda vez na sua carreira que Liran Liany, de 40 anos, estará num jogo dos bracarenses.

© Valentin Flauraud / Reuters

De acordo com os calendários divulgados hoje de quatro jornadas - da 16.ª à 19.ª -, os encontros FC Porto-Marítimo, Belenenses-Vitória de Guimarães e Sporting de Braga-Rio Ave foram agendados para o dia 24 de janeiro.

Apesar de ter antecipado em um dia a data oficial da jornada, a Liga justifica a marcação das três partidas para o dia das eleições com o facto de ter de cumprir com as 72 horas de descanso regulamentares entre os jogos de competições oficiais (partidas de dia 20 de janeiro referentes à segunda jornada, fase 3, da Taça da Liga e jornada 19 da I Liga), tendo recebido ainda o consentimento por parte das equipas envolvidas.

A Liga revela ainda ter instruído as Sociedades Desportivas no sentido de tomarem as devidas diligências para que todos os envolvidos recenseados possam exercer o seu direito de voto antecipadamente.

Lusa

  • Dois jovens atropelados mortalmente no concelho de Montemor-o-Velho
    2:20
  • Presidente de "O Sonho" suspeito de peculato e fraude
    2:26

    País

    O presidente das três instituições de solidariedade social de Setúbal - incluindo "O Sonho" -, que na sexta-feira foram alvo de buscas, foi constituído arguido. Florival Cardoso é, por enquanto, o único suspeito de peculato e fraude na obtenção de subsídios para as instituições.

  • Manifestação contra mina de urânio junta milhares em Salamanca
    1:39
  • Assalto a Tancos e roubo de armas da PSP podem estar relacionados
    1:24

    País

    O assalto a Tancos e o roubo de armas da PSP, três recuperadas na semana passada, podem estar relacionados. O semanário Expresso avançou este sábado que há suspeitos de terem participado nos dois assaltos e o grupo, ou parte dele, atua principalmente do Algarve, com possíveis ligações a outras organizações espalhadas pelo país ou até transacionais.

  • Cessar-fogo de 30 dias na Síria
    2:07