sicnot

Perfil

Desporto

Ronaldo decisivo na vitória do Real Madrid sobre a Real Sociedad

Cristiano Ronaldo foi hoje decisivo na vitória do Real Madrid sobre a Real Sociedad, por 3-1, apontando dois dos três golos do clube madrileno, que subiu provisoriamente a primeiro na liga espanhola de futebol.

(arquivo/reuters)

(arquivo/reuters)

© Susana Vera / Reuters

Com uma grande penalidade já marcada aos 42 minutos, Cristiano Ronaldo desempatou a partida aos 67, com um excelente remate de primeira, após canto de Marcelo, redimindo-se assim de um primeiro penalti desperdiçado, quando atirou sobre a barra.

Não foi o único golo de portugueses neste jogo da 17.ª jornada de 'La Liga', já que o golo da equipa basca, na altura o empate, foi assinado por Bruma, aos 49, com um remate cruzado em jeito, de longe, sem hipóteses para Keylor Navas.

A vitória coloca os 'merengues' na frente do campeonato, com 36 pontos, mais um que FC Barcelona e Atlético de Madrid, que ainda jogarão hoje.

Cristiano Ronaldo, depois de bisar neste jogo, sobe ao grupo de terceiros na lista de marcadores, com 12 golos, menos um que Luis Suárez e dois que Neymar.

Para o seu último jogo do ano, o treinador Rafael Benítez utilizou também outro internacional luso, Pepe.

Quanto a Bruma, aproveitou bem a infelicidade do goleador Agirretxe, que se lesionou ao quarto de hora, para ser substituído aos 18. Em maré de azar, a Real Sociedad ficou também sem Sergio Canales ao intervalo, com problemas no joelho esquerdo.

Com o jogo já controlado e 2-1 no marcador, o Real Madrid ainda marcou outro, a três minutos do fim, com Lucas Vázquez a dar finaluzação a uma jogada que passou por Cristiano Ronaldo e Gareth Bale.

Não se ficou por Cristiano Ronaldo e Bruma o saldo de golos portugueses hoje, já que Duda também faturou, dando a vitória ao Málaga (1-0) em Valência, no campo do lanterna-vermelha Levante.

Entrado no jogo aos 73 minutos, passados cinco conseguiu o seu primeiro golo da época.

Lusa

  • Presidente do Tondela diz que clube foi humilhado
    1:26

    Desporto

    O presidente do Tondela participou esta segunda-feira na conferência de imprensa após o jogo da 23.ª jornada da I Liga com o Sporting. Gilberto Coimbra criticou o árbitro do encontro João Capela, e diz que o tempo de compensação dado a mais foi por uma falta que não foi assinalada sobre um jogador do Tondela, Bruno Monteiro.

  • Último golo do Sporting ao Tondela "é legal e limpinho" 
    0:41

    Desporto

    Jorge Jesus entende que a vitória desta segunda-feira do Sporting frente ao Tondela não merece contestação e destaca o facto de o árbitro ter avisado os jogadores que iria prolongar o tempo extra. Para o treinador dos leões, o golo no minuto 99' é legal. 

  • Deputados pedem medidas urgentes para travar exploração de urânio junto à fronteira
    3:06

    País

    Um projeto de exploração de urânio no município de Retortilho em Salamanca, a cerca de 40 quilómetros da fronteira portuguesa, está a causar preocupação nos dois países. Portugueses e espanhóis temem o risco de contaminação por via aérea e fluvial. Deputados portugueses visitaram o local, onde pediram medidas firmas e urgentes ao Governo para travar o projeto. As autoridades de Espanha não acionaram o mecanismo de avaliação ambiental partilhada.

  • Mulher enterrada viva no Brasil
    1:13

    Mundo

    Uma mulher de 37 anos terá sido enterrada viva no oeste da Bahia, no Brasil. A certidão de óbito aponta um choque séptico como a causa da morte, mas os ferimentos com que foi encontrada no interior do caixão indicam um possível erro. Os moradores de casas vizinhas do cemitério municipal onde Rosângela dos Santos foi enterrada ouviram gritos vindos do túmulo.

  • "Os Estados Unidos são uma sociedade de pistoleiros"
    3:47
  • Trump desafia Oprah a candidatar-se para ser derrotada

    Mundo

    Apesar de Oprah Winfrey ter excluído uma eventual candidatura às eleições presidenciais dos Estados Unidos da América, Donald Trump ainda não se esqueceu dos rumores e desafiou a apresentadora a candidatar-se em 2020. Através do Twitter, o Presidente norte-americano disse ainda que assim poderia ser "exposta e derrotada como todos os outros".

    SIC