sicnot

Perfil

Desporto

James chega ao treino do Real perseguido pela polícia

O colombiano James Rodríguez, jogador de futebol do Real Madrid, chegou hoje ao estágio do clube em Valdebebas perseguido pela Polícia Nacional espanhola, por circular a mais de 200 km/hora.

© Andrea Comas / Reuters

Segundo a agência de notícias Efe, que confirmou o caso de fontes policiais, os dois agentes que perseguiram James, antigo jogador do FC Porto, apresentaram-lhe uma multa por "infração grave de desobediência", a ser determinada pela Delegação do Governo.

A Polícia Nacional também vai comunicar o sucedido às autoridades judiciais para que o futebolista seja citado nos próximos dias, para que se determine se há matéria para o acusar por delito conta a segurança rodoviária.

O Audi R8 de James foi detetado pelas 17:45 quando ultrapassou em grande velocidade o automóvel da polícia.

Os agentes ativaram os dispositivos acústicos e luminosos da viatura e iniciaram a perseguição, em que chegaram a rodar a mais de 200 km/hora, sem alcançar o automóvel de James.

Já na cidade desportiva de Valdebebas, os polícias entraram em contacto com o chefe de segurança do recinto, sendo então identificado o veículo através da matrícula.

No local, James justificou o excesso de velocidade com o estar atrasado para o treino e assegurou que em nenhum momento viu uma viatura identificada como sendo da polícia e que nada ouviu por levar a música alta.

James não foi detido e, segundo a polícia, por se tratar de uma figura pública, plenamente identificada e localizada, não representa perigo de fuga.

Lusa

  • Economia portuguesa a crescer
    2:26
  • Os likes dos candidatos às autárquicas no Facebook
    4:00

    Autárquicas 2017

    Se há mais de 5 milhões de portugueses no Facebook, é natural que as autárquicas também passem pela rede social mais usada no país e no mundo. A SIC apresenta-lhe os 10 candidatos cujas páginas têm mais seguidores e, para a comparação ser mais justa, os que têm mais seguidores em Portugal - porque há também quem estranhamente tenha milhares de fãs em países como Egito, Filipinas ou Vietname.

  • Embaixador do Bangladesh pede ajuda aos portugueses no caso dos rohingya

    Mundo

    O embaixador do Bangladesh em Lisboa pediu esta sexta-feira aos portugueses que ajudem a resolver o problema dos rohingya. Desde o final de agosto, mais de 400 mil pessoas desta minoria muçulmana fugiram de Myanmar, a antiga Birmânia. O Bangladesh já tinha acolhido outros 400 mil refugiados e vê-se agora a braços com esta crise migratória. Pede por isso a Portugal que pressione Myanmar para aceitar de volta e em segurança os rohingya.