sicnot

Perfil

Desporto

Despiste no prólogo do Dakar faz dez feridos, cinco em estado grave

O despiste da piloto chinesa Guo Meiling (Mini) no prólogo do Rali Dakar em todo-o-terreno provocou dez feridos no sábado, cinco deles em estado grave, indica um novo balanço.

© Marcos Brindicci / Reuters

No quilómetro 6,6 do prólogo de 11, realizado na província de Buenos Aires, Argentina, a chinesa saiu numa curva e foi contra o público, sendo que, entre as vítimas primeiramente assistidas no local, estava uma mulher grávida e quatro menores de idade.

Um homem e o seu filho de 14 anos estão entre casos mais graves, tendo sido transportados para o hospital, segundo explicou o secretário da saúde de Arrecifes, Carlos Mondino, ao canal Todo Noticias.

"No total, tivemos dez pacientes, incluindo quatro crianças e uma grávida, que está bem", disse Daniel Modesto, chefe do hospital local.

Etienne Lavigne, diretor da corrida, disse num comunicado de uma dúzia de pessoas ficaram feridas, incluindo Guo.

Lusa

  • Dakar arranca no dia 2 de janeiro de Buenos Aires
    0:57

    Desporto

    O Dakar arranca no dia 2 de janeiro de Buenos Aires e termina no dia 16 em Rosário. A 38ª edição vai repartir-se entre a Argentina e a Bolívia. Durante duas semanas, os pilotos vão percorrer mais de nove mil quilómetros. A etapa mais longa tem mais de 500 quilómetros. A caravana terá de passar pelo maior deserto de sal do mundo, na Bolívia, a mais de 3500 metros de altitude. De fora do percurso ficam alguns locais emblemáticos no Chile e no Perú. Os dois países acabaram por desistir por causa do mau tempo. Apesar das alterações no percurso, o diretor da prova, Etienne Lavigne, garante que a corrida vai surpreender mesmo quem acha que conhece bem aqueles territórios.

  • Incêndio de Setúbal "quase dominado"
    4:04

    País

    O incêndio que deflagrou segunda-feira em Setúbal está "quase dominado", segundo informações da presidente da Câmara. Maria das Dores Meira diz que não há feridos a registar e que os habitantes já vão regressando a casa. Para ajudar no combate ao fogo foram enviados meios de Lisboa.

  • "Lancei um tema que os portugueses há muito queriam discutir"
    11:26
  • Danos Colaterais 
    18:55
    Reportagem Especial

    Reportagem Especial

    Jornal da Noite

    Nos últimos oito anos a banca perdeu 12 mil profissionais. A dimensão de despedimentos no setor é a segunda maior da economia portuguesa, só ultrapassada pela construção civil. A etapa mais complexa da história começou em 2008, com a nacionalização do BPN. Desde então, as saídas têm sido a regra. A reportagem especial desta terça-feira, "Danos Colaterais", dá voz aos despedidos da banca.