sicnot

Perfil

Desporto

Lei antidopagem alemã passa a prever prisão para desportistas dopados

Os desportistas alemães considerados culpados de dopagem ou detentores de produtos dopantes podem ser punidos com penas de prisão até três anos, de acordo com a nova lei alemã antidopagem, que entrou em vigor no início do ano.

Os desportistas alemães considerados culpados de dopagem ou detentores de produtos dopantes podem ser punidos com penas de prisão até três anos, de acordo com a nova lei alemã antidopagem, que entrou em vigor no início do ano. (Arquivo)

Os desportistas alemães considerados culpados de dopagem ou detentores de produtos dopantes podem ser punidos com penas de prisão até três anos, de acordo com a nova lei alemã antidopagem, que entrou em vigor no início do ano. (Arquivo)

© Ina Fassbender / Reuters

O projeto de lei do Governo alemão foi adotado em março último e recebeu entretanto o aval das duas câmaras do Parlamento em novembro, antes de ser assinado pelo Presidente germânico, Joachim Gauck.

Na opinião do presidente da Federação alemã de Atletismo, Clemens Prokop, esta lei "é um modelo mundial" e serve para "proteger os atletas e o desporto", afirmou o responsável numa entrevista a uma rádio bávara, citada pela AFP.

"É uma declaração a favor de um desporto limpo e um apoio a todos os desportistas que estão em competição sem dopagem", disse, pelo seu lado, o ministro alemão da Justiça, Heiko Maas, na altura da adoção da lei pelo governo.

A nova legislação alemã antidopagem tipifica penas de prisão até três anos para os desportistas controlados com substâncias dopantes ou na posse destes produtos, mas pode alcançar os dez anos para treinadores, médicos, ou quaisquer representantes dos desportistas envolvidos nestes processos.

A lei abrange apenas dos desportistas de alta competição, ou seja, um universo de cerca de sete mil atletas, que figuram nas listas da agência alemã de antidopagem (NADA).

Lusa

  • Assalto à base militar de Tancos
    0:42

    País

    Cerca de uma centena de granadas e várias munições foram roubadas dos paióis da base militar de Tancos. A Polícia Judiciária Militar já está a investigar.

  • Detido antigo diretor regional do BES na Madeira

    Queda do BES

    Foi detido o antigo diretor do Banco Espírito Santo da Madeira, no âmbito do chamado processo ao Universo GES. João Alexandre Silva tinha sido também o representante do BES na Venezuela, onde a instituição portuguesa abriu várias agências em diversas cidades e tinha cerca de 7600 clientes domiciliados.

    Notícia SIC

  • Couves, arroz integral e bróculos biológicos com pesticidas sintéticos
    2:29
  • ASAE apreende leite com água oxigenada para fabrico de queijo

    Economia

    A Autoridade de Segurança Alimentar e Económica (ASAE) apreendeu leite com água oxigenada, destinado ao fabrico de queijo. As investigações decorreram nos últimos dois meses e foram dirigidas a vários produtores de leite. As investigações iniciaram-se com a deteção de uma viatura para transporte do leite sem qualquer sistema de refrigeração.

  • Porto Design Factory: um lava-louças com tecnologia ultrassom e muitas outras coisas
    1:45
  • Jovens participam na maior competição nacional de aplicações
    2:10

    País

    O presente e o futuro passam cada vez mais pelas novas tecnologias, sobretudo as aplicações. Alunos de cerca de 100 escolas estão a participar na terceira edição da Apps For Good, a maior competição nacional de aplicações desenvolvidas por jovens, que decorre em Matosinhos.

  • O iPhone faz 10 anos
    2:01