sicnot

Perfil

Desporto

Lito Vidigal defende uso de tecnologia na arbitragem

O treinador do Arouca, Lito Vidigal, defendeu esta segunda-feira a implementação de novas tecnologias na arbitragem, depois da polémica na partida com o Nacional (2-2), da 15ª jornada da I Liga portuguesa de futebol.

"Temos tido jogos com casos difíceis de analisar e temos sido um pouco prejudicados, mas não me parece que há intenção dos árbitros. Não há necessidade dos árbitros terem uma pressão tão grande para avaliar esses lances. Está na altura de incluir tecnologia na arbitragem", defendeu o treinador do Arouca. (Arquivo)

"Temos tido jogos com casos difíceis de analisar e temos sido um pouco prejudicados, mas não me parece que há intenção dos árbitros. Não há necessidade dos árbitros terem uma pressão tão grande para avaliar esses lances. Está na altura de incluir tecnologia na arbitragem", defendeu o treinador do Arouca. (Arquivo)

Rebecca Blackwell / AP

No sábado, o Nacional fez o golo do empate nos instantes finais, num lance em que a equipa técnica e jogadores do Arouca defendem que a bola não passou a linha de golo.

"Temos tido jogos com casos difíceis de analisar e temos sido um pouco prejudicados, mas não me parece que há intenção dos árbitros. Não há necessidade dos árbitros terem uma pressão tão grande para avaliar esses lances. Está na altura de incluir tecnologia na arbitragem", defendeu o treinador do Arouca.

Lito Vidigal deu como exemplo os elementos da sua própria equipa técnica que, estando no banco de suplentes, se apoiam nas novas tecnologias e "numa fração de segundos" percebem se o árbitro tomou ou não uma decisão errada.

"Se é isenção que estamos à procura, é por aí que temos de caminhar. E não estou a olhar só para as equipas, olho para os árbitros que saem prejudicados pelas decisões erradas que tomam", afirmou.

O Arouca, oitavo classificado com 20 pontos, recebe na quarta-feira o Estoril-Praia, 11.º classificado com 17 pontos, e o treinador reafirma que "o primeiro pensamento do Arouca é vencer", face a um adversário "difícil e com qualidade".

Ainda sem contar com Mateus nem Wagner, dois reforços do 'mercado de inverno', por falta dos certificados internacionais, Lito Vidigal não conta ainda com Zequinha, expulso na Madeira, já depois do final do jogo.

"Não sei o que se passou. Ele diz que não fez nada e eu fico limitado nas opções", lamentou.

O Arouca-Estoril tem início marcado para as 16:00 de quarta-feira, no Estádio Municipal de Arouca, com arbitragem do portuense Artur Soares Dias.

Lusa

  • Assalto à base militar de Tancos
    0:42

    País

    Várias granadas e munições foram roubadas dos paióis da base militar de Tancos. A Polícia Judiciária Militar já está a investigar.

  • ASAE apreende leite com água oxigenada para fabrico de queijo

    Economia

    A Autoridade de Segurança Alimentar e Económica (ASAE) apreendeu leite com água oxigenada, destinado ao fabrico de queijo. As investigações decorreram nos últimos dois meses e foram dirigidas a vários produtores de leite. As investigações iniciaram-se com a deteção de uma viatura para transporte do leite sem qualquer sistema de refrigeração.

  • Ronaldo dispensado da seleção para ir conhecer os filhos

    Taça das Confederações

    A Federação Portuguesa de Futebol (FPF) informou em comunicado que Cristiano Ronaldo foi dispensado da Taça das Confederações "para que possa conhecer os seus filhos". Numa mensagem no Facebook, o jogador mostrou-se sensibilizado com a decisão da Federação, acrescentando ainda que está "muito feliz por poder, finalmente, estar com os (...) filhos pela primeira vez".

  • Crise na Venezuela faz aumentar casos de desnutrição infantil
    2:13
  • Mulher mata namorado em brincadeira com arma no Youtube

    Mundo

    Uma mulher do Minnesota, nos EUA, está a ser acusada de disparar mortalmente sobre o namorado quando ambos faziam um vídeo para publicar no Youtube. Monaliza Perez, de 20 anos, foi detida depois de disparar sobre Pedro Ruiz, que segurava um livro junto ao seu peito, confiante que seria o suficiente para parar a bala.

  • Comissão Europeia adota plano contra resistência a antibióticos

    Mundo

    A Comissão Europeia adotou, hoje, um plano para combater a resistência aos antibióticos, uma ameaça que mata anualmente 25 mil pessoas na União Europeia (UE) e custa 1,5 mil milhões de euros. Em paralelo ao plano, apresenta ainda regras para um "uso prudente de antibióticos".

  • Comprar ou arrendar casa?
    8:25