sicnot

Perfil

Desporto

Presidente do Comité Olímpico de Portugal quer comitiva maior no Rio de Janeiro

Presidente do Comité Olímpico de Portugal quer comitiva maior no Rio de Janeiro

O Presidente da República homenageou esta tarde quatro figuras do desporto nacional. O ciclista Sérgio Paulinho, os velejadores Nuno Barreto e Vitor Rocha e o Presidente do Comité Olímpico de Portugal e José Manuel Constantino foram distinguidos como Comendadores da Ordem do Infante D. Henrique. Cavaco Silva quis, assim, reconhecer publicamente o contributo que o desporto tem dado para a projeção de Portugal no Mundo. Em maio do ano passado, o Presidente já tinha agraciado outras figuras do desporto nacional, mas os três atletas hoje homenageados não puderam comparecer por estarem no estrangeiro. No final da cerimónia, o presidente do Comité Olímpico Português revelou que espera este verão, nos Jogos do Rio de Janeiro, uma comitiva portuguesa com mais atletas e mais modalidades.

  • Como não perder Barack e Michelle Obama nas redes sociais

    Mundo

    Sair da Casa Branca implica mais que reunir objetos físicos: é preciso guardar também os tweets, os posts e todo o conteúdo digital produzido nos últimos oito anos pelo Presidente dos EUA e pela primeira-dama. A equipa de Barack Obama já preparou tudo para que nada se perca do seu legado digital.

  • Portugueses querem contratar Obama

    Mundo

    Contratar Barack Obama. Pode parecer uma tarefa impossível, mas para a startup portuguesa Swonkie a única resposta a este desafio é "Yes We Can", mote da campanha presidencial de Obama de há nove anos.

  • Artista que criou poster de Obama quer invadir EUA com símbolos de esperança

    Mundo

    Shepard Fairey - o artista por trás do tão conhecido cartaz vermelho e azul "Hope" de Barack Obama, durante a campanha eleitoral de 2008 nos EUA - produziu uma série de novas imagens a tempo da tomada de posse de Donald Trump, na sexta-feira. Agora, o artista e a sua equipa querem manifestar uma posição política com a campanha "We The People", contra as ideias que o Presidente eleito tem defendido.