sicnot

Perfil

Desporto

Investigação interna pede nove anos de suspensão para ex-secretário geral da FIFA

Os investigadores do processo interno movido pela FIFA ao francês Jérôme Valcke solicitaram esta terça-feira nove anos de suspensão para o antigo secretário-geral do organismo, arredado das suas funções desde setembro de 2015.

O francês foi acusado pela imprensa inglesa de estar implicado num processo de revenda de bilhetes para o Mundial2014 no mercado negro. (Arquivo)

O francês foi acusado pela imprensa inglesa de estar implicado num processo de revenda de bilhetes para o Mundial2014 no mercado negro. (Arquivo)

© MAXIM ZMEYEV / Reuters

O francês, de 55 anos, suspenso por 90 dias desde 8 de outubro, até à meia-noite de hoje, foi acusado pela imprensa inglesa de estar implicado num processo de revenda de bilhetes para o Mundial2014 no mercado negro, envolvendo um alegado suborno de Benny Alon (JB Sports Marketing).

Além da pena de suspensão, a investigação sugere ainda a aplicação de uma multa de 100 mil francos suíços (cerca de 92 mil euros).

Jérôme Valcke, que era desde 2007 o 'braço direito' de Joseph Blatter, foi suspenso de funções pela FIFA em 17 de setembro de 2015 organismo solicitou uma investigação ao Comité de Ética, liderado por Cornel Borbély, por suspeitas de conduta imprópria.

Em causa está a violação de várias regras de conduta (artigo 13.º do Código de Ética da FIFA), de lealdade (artigo 15.º), confidencialidade (16.º), dever de revelação, cooperação e informação (18.º), conflito de interesses (19.º), oferecer e receber prendas e outros benefícios (20.º) e obrigação geral de colaboração (43.º).

O caso de Jérôme Valcke é um dos vários que estão a abalar a FIFA e que já levaram, nomeadamente, à suspensão por oito anos do presidente demissionário, Joseph Blatter, e do presidente da UEFA, Michel Platini, devido a um pagamento de 1,8 milhões euros do suíço ao francês sem justificação.

Nos Estados Unidos, decorre uma investigação contra 16 dirigientes e antigos dirigentes ligados à FIFA por envolvimento em esquemas de corrupção, relacionados com direitos televisivos.

Lusa

  • Comissão Europeia quer proibir o tabaco na praia

    País

    A Comissão Europeia quer proibir o tabaco em todos os espaços públicos, incluindo praias, parques infantis e equipamentos desportivos. A proposta foi apresentada pelo comissário da Saúde e Segurança Alimentar que, além de querer reduzir a dependência do tabaco, também sugere que todos os estados membros apliquem uma idade mínima para a venda de tabaco.

  • Viaduto de Alcântara condicionado
    1:36

    País

    O viaduto de Alcântara, em Lisboa, continua com o trânsito condicionado mas apenas sobre o tabuleiro e no sentido Alcântara Terra - Alcântara Mar. A circulação só será reposta depois de uma nova vistoria, ainda sem data marcada.

  • "Nós aceitamos sempre os resultados das eleições"
    1:07

    País

    Durante a reunião do Conselho Nacional em Lisboa, o líder dos sociais-democratas garantiu que o partido tem fair-play mas disse que está nas eleições autárquicas para ganhar. Pedro Passos Coelho acrescentou ainda que o PSD aceita sempre os resultados das eleições.

  • Menina "rouba" chapéu ao Papa
    0:27
  • Data e local da canonização serão anunciados a 20 de abril
    2:23

    País

    O Papa aprovou esta quinta-feira o decreto que valida o milagre atribuído a Francisco e Jacinta. A data e local da cerimónia da canonização dos pastorinhos serão anunciados a 20 de abril, na reunião de cardeais no Vaticano. O Bispo de Leiria/Fátima acredita que a cerimónia possa ser a 13 de maio, durante a visita do Papa a Fátima.