sicnot

Perfil

Desporto

Investigação interna pede nove anos de suspensão para ex-secretário geral da FIFA

Os investigadores do processo interno movido pela FIFA ao francês Jérôme Valcke solicitaram esta terça-feira nove anos de suspensão para o antigo secretário-geral do organismo, arredado das suas funções desde setembro de 2015.

O francês foi acusado pela imprensa inglesa de estar implicado num processo de revenda de bilhetes para o Mundial2014 no mercado negro. (Arquivo)

O francês foi acusado pela imprensa inglesa de estar implicado num processo de revenda de bilhetes para o Mundial2014 no mercado negro. (Arquivo)

© MAXIM ZMEYEV / Reuters

O francês, de 55 anos, suspenso por 90 dias desde 8 de outubro, até à meia-noite de hoje, foi acusado pela imprensa inglesa de estar implicado num processo de revenda de bilhetes para o Mundial2014 no mercado negro, envolvendo um alegado suborno de Benny Alon (JB Sports Marketing).

Além da pena de suspensão, a investigação sugere ainda a aplicação de uma multa de 100 mil francos suíços (cerca de 92 mil euros).

Jérôme Valcke, que era desde 2007 o 'braço direito' de Joseph Blatter, foi suspenso de funções pela FIFA em 17 de setembro de 2015 organismo solicitou uma investigação ao Comité de Ética, liderado por Cornel Borbély, por suspeitas de conduta imprópria.

Em causa está a violação de várias regras de conduta (artigo 13.º do Código de Ética da FIFA), de lealdade (artigo 15.º), confidencialidade (16.º), dever de revelação, cooperação e informação (18.º), conflito de interesses (19.º), oferecer e receber prendas e outros benefícios (20.º) e obrigação geral de colaboração (43.º).

O caso de Jérôme Valcke é um dos vários que estão a abalar a FIFA e que já levaram, nomeadamente, à suspensão por oito anos do presidente demissionário, Joseph Blatter, e do presidente da UEFA, Michel Platini, devido a um pagamento de 1,8 milhões euros do suíço ao francês sem justificação.

Nos Estados Unidos, decorre uma investigação contra 16 dirigientes e antigos dirigentes ligados à FIFA por envolvimento em esquemas de corrupção, relacionados com direitos televisivos.

Lusa

  • Jovens adoptados e filha do líder da IURD com versões diferentes dos acontecimentos
    4:06

    País

    Os jovens adoptados e a filha do bispo Edir Macedo, que alegadamente os adoptou, têm versões diferentes sobre o que aconteceu. Vera e Luís Katz garantem que foram adoptados por uma família norte-americana, com que viveram até aos 20 anos. Viviane Freitas, filha do líder da Igreja Universal do Reino de Deus, conta que foi mãe das crianças durante três anos, apesar de lhe ter sido negada a adopção.

  • Cabecilha da seita Verdade Celestial é "mentiroso, egocêntrico e psicótico"
    2:22

    País

    O cabecilha da seita "Verdade Celestial" foi condenado a 23 anos de pena de prisão por abusos sexuais de crianças e adolescentes. O juiz diz que o cabecilha do grupo era mentiroso patológico, egocêntrico, impulsivo e com personalidade psicótica. Dos oito acusados, duas mulheres foram absolvidas e seis arguidos foram condenados a penas efetivas. A rede de abusadores foi desmantelada há dois anos, numa quinta de Palmela.

  • Mau tempo obriga ao cancelamento de centenas de voos na Europa
    1:21
  • Antigos quadros da Facebook declaram-se preocupados com efeitos da rede social

    Mundo

    Alguns dos antigos quadros da empresa Facebook estão a começar a exprimir sérias dúvidas sobre a rede social que ajudaram a criar, foi noticiado. A Facebook explora "uma vulnerabilidade na psicologia humana" para criar dependência entre os seus utilizadores, afirmou o primeiro presidente da empresa, Sean Parker, num fórum público.