sicnot

Perfil

Desporto

Materazzi deseja boa sorte a Zidane "sem ironia"

Marco Materazzi, antigo jogador do Inter e da seleção italiana de futebol, agredido à cabeçada por Zinedine Zidane na final do Mundial de 2006, desejou esta terça-feira boa sorte ao francês nas novas funções de treinador do Real Madrid.

A cabeçada de Zidane a Materazzi - o momento que marcou a final do Mundial 2006, entre Itália e França.

A cabeçada de Zidane a Materazzi - o momento que marcou a final do Mundial 2006, entre Itália e França.

Reuters

"Zidane pode contar com o peso das suas personalidade no balneário, mas não será fácil. Os grandes 'ex' que chegam ao banco estão condenados a ganhar logo depois de dois ou três jogos. Eu, de qualquer forma, não estou a ser irónico e desejo-lhe boa sorte", disse Materazzi, em entrevista à Gazetta dello Sport.

Materazzi também envia um recado a 'Rafa' Benítez, o treinador destituído no clube de Madrid, assegurando que "sem empatia com os jogadores, não se pode ir longe".

"Tinha previsto isto, só me enganei por dez dias. Podes ser o melhor do mundo mas se não tiveres empatia com os jogadores, se não te aproximares dos que têm mais personalidade e dos que não jogam, não podes ir longe. São os que jogam menos que te salvam nos momentos difíceis", defendeu.

Lusa

  • Reclusos que fugiram de Caxias tiveram cúmplices
    1:59

    País

    Uma falha de Portugal poderá explicar a libertação de um dos dois chilenos que fugiram de Caxias e foram apanhados em Espanha. As autoridades portuguesas atrasaram-se a enviar o mandado de detenção e a polícia espanhola libertou o fugitivo. Na investigação da fuga, acredita-se que os 3 reclusos tiveram cúmplices e a namorada de um deles já foi interrogada.

  • Jovem indiano acorda a caminho do próprio funeral

    Mundo

    Um jovem indiano chocou os seus parente e amigos, depois de acordar no caminho para o seu próprio funeral. No mês antes, Kumar Marewad foi levado para o hospital após ser mordido por um cão de rua, ficando em estado grave.

  • Bilhete de desculpas valeu uma bolsa de estudo

    Mundo

    Um jovem chinês ganhou uma bolsa de estudos no valor de 10 mil yuan (cerca de 1.380 euros), depois de danificar acidentalmente um carro de luxo. Isto, porque após os estragos, o jovem deixou um bilhete de desculpas ao dono, assim como todo o dinheiro que tinha com ele, como compensação.