sicnot

Perfil

Desporto

Golo do estreante Toni Silva dá triunfo ao União sobre o Boavista

Um golo do estreante Toni Silva permitiu esta quarta-feira ao União da Madeira bater o Boavista por 1-0, em jogo da 16ª jornada da I Liga portuguesa de futebol, com os insulares a afastarem-se da zona de despromoção.

HOMEM DE GOUVEIA / Lusa

O triunfo conseguido no Centro Desportivo da Madeira, na Ribeira Brava, permitiu ao União da Madeira passar a somar 17 pontos, mais sete do que o Boavista, que está no primeiro lugar abaixo da 'linha de água'.

O União da Madeira foi uma equipa muita intranquila ao longo da primeira parte, com inúmeros passes errados, enquanto o Boavista se mostrou uma equipa mais segura e mais incisiva.

Aliás foi dos nortenhos o primeiro alerta, logo aos três minutos, num remate de José Manuel, e, aos 11 minutos, foi a vez de Anderson Correia obrigar André Moreira a uma defesa segura.

O Boavista mandava no jogo e, aos 21 minutos, um mau passe de Shehu isolou José Manuel, mas André Moreira esteve intransponível e na recarga Luisinho enviou a bola sobre a barra.

Apenas aos 34 minutos, os madeirenses levaram perigo efetivo à baliza de Gideão, com Breitner a central e Shehu a chegar ligeiramente atraso para efectuar a emenda.

O Boavista voltou a criar perigo dois minutos depois, na cobrança de um livre por Luisinho com a bola a desviar na barreira e a perder-se pela linha de fundo. Na cobrança do canto, um desvio de Anderson Santos voltou a colocar à prova a atenção de André Moreira.

Na segunda metade, o União da Madeira chegou ao golo à passagem dos 55 minutos, num rápido contra-ataque, com Amilton a solicitar Toni Silva que desviou fora do alcance de Gideão.

O Boavista respondeu de pronto e, três minutos volvidos, esteve muito perto de restabelecer a igualdade, quando na sequência de um canto Idrissa cabeceou, com André Moreira a desviar para a barra, voltando a deter a recarga do mesmo Idrissa.

Erwin Sanchez socorreu-se do banco para dar maior profundidade ao jogo da sua equipa, lançando Uchebo e Renato Santos. O Boavista passou a exercer enorme pressão junto da área dos insulares e, aos 81 minutos, Paulo Vinicius de cabeça não igualou por muito pouco.

Contudo, em rápidos contra-ataques o União da Madeira criava muito perigo e, aos 82 minutos, Breitner centrou, apanhando Jhonder Cádiz solto de marcação, mas o cabeceamento saiu junto à barra.

Lusa

  • Três letras de Zeca Afonso

    Cultura

    No dia em que se assinalam 30 anos da morte de Zeca Afonso, Raquel Marinho, jornalista da SIC e divulgadora de poesia portuguesa contemporânea, escolhe três letras do cantor e autor para dizer, em forma de homenagem.

    Raquel Marinho

  • Cunhado do Rei de Espanha em liberdade sem caução

    Mundo

    Inaki Urdangarin vai mesmo aguardar o desenrolar do recurso em liberdade na Suíça, onde o marido da Infanta Cristina tem residência oficial e onde terá de se apresentar às autoridades uma vez por mês, para além de estar obrigado a comunicar qualquer deslocação fora da Europa. De fora fica ainda o pagamento da caução de 200 mil euros pedida pelo Ministério Público espanhol.