sicnot

Perfil

Desporto

"As coisas já não estavam bem no FC Porto a todos os níveis"

Jaime Pacheco escusou-se esta quinta-feira a comentar a possível saída de Julen Lopetegui do FC Porto, mas admitiu que "as coisas já não estavam bem a todos os níveis" na equipa da I Liga de futebol.

"Nunca é tarde para se mudar quando quem manda entende que deve mudar. Se o FC Porto entendeu fazer isso, tem as suas razões", referiu o técnico. (Arquivo)

"Nunca é tarde para se mudar quando quem manda entende que deve mudar. Se o FC Porto entendeu fazer isso, tem as suas razões", referiu o técnico. (Arquivo)

© Nacho Doce / Reuters

O treinador afirmou, à margem da uma cerimónia de homenagem a José Maria Pedroto no Instituto Universitário da Maia (ISMAI), que "quem deve assumir a responsabilidade quando as coisas não estão bem é, de facto o treinador".

"Nunca é tarde para se mudar quando quem manda entende que deve mudar. Se o FC Porto entendeu fazer isso, tem as suas razões", referiu o técnico que atualmente está sem clube para treinar.

Sobre a possibilidade de vir a treinar o FC Porto, Jaime Pacheco não quis abordar a questão: "Estou cá por uma ocasião especial. Não quero entrar por aí. Há pessoas que gostam de mim, outras não. O meu currículo fala por mim. Sou capaz de ser competente em Portugal e no estrangeiro".

Jaime Pacheco classificou ainda de "lamentável" a troca de palavras entre Rui Vitória e Jorge Jesus acrescentando que "estão a passar dos limites".

Lusa

  • Jovens adoptados e filha do líder da IURD com versões diferentes dos acontecimentos
    4:06

    País

    Os jovens adoptados e a filha do bispo Edir Macedo, que alegadamente os adoptou, têm versões diferentes sobre o que aconteceu. Vera e Luís Katz garantem que foram adoptados por uma família norte-americana, com que viveram até aos 20 anos. Viviane Freitas, filha do líder da Igreja Universal do Reino de Deus, conta que foi mãe das crianças durante três anos, apesar de lhe ter sido negada a adopção.

  • Cabecilha da seita Verdade Celestial é "mentiroso, egocêntrico e psicótico"
    2:22

    País

    O cabecilha da seita "Verdade Celestial" foi condenado a 23 anos de pena de prisão por abusos sexuais de crianças e adolescentes. O juiz diz que o cabecilha do grupo era mentiroso patológico, egocêntrico, impulsivo e com personalidade psicótica. Dos oito acusados, duas mulheres foram absolvidas e seis arguidos foram condenados a penas efetivas. A rede de abusadores foi desmantelada há dois anos, numa quinta de Palmela.

  • Mau tempo obriga ao cancelamento de centenas de voos na Europa
    1:21
  • Antigos quadros da Facebook declaram-se preocupados com efeitos da rede social

    Mundo

    Alguns dos antigos quadros da empresa Facebook estão a começar a exprimir sérias dúvidas sobre a rede social que ajudaram a criar, foi noticiado. A Facebook explora "uma vulnerabilidade na psicologia humana" para criar dependência entre os seus utilizadores, afirmou o primeiro presidente da empresa, Sean Parker, num fórum público.