sicnot

Perfil

Desporto

Stéphane Peterhansel rouba liderança a Sébastien Loeb no Dakar2016

Stéphane Peterhansel (Peugeot) arrebatou hoje a liderança do rali Dakar ao colega Sébastien Loeb, ao vencer a sexta etapa da prova rainha do todo-o-terreno, que nas motos continua a ser liderada por Paulo Gonçalves (Honda).

Franck Fife

O francês Stéphane Peterhansel (Peugeot) percorreu os 542 quilómetros da especial de hoje, com partida e chegada a Uyuni (Bolívia), em 5:01.07 horas, deixando o espanhol Carlos Sainz a apenas 17 segundos.

Dominador nos dias anteriores, o francês Sébastien Loeb não foi além da quarta posição, a 08.15 minutos do seu compatriota, um resultado que lhe valeu a queda ao segundo lugar da geral, a 27 segundos de Peterhansel.

A consistência de Sainz continua a ser insuficiente para o espanhol da Peugeot sair do terceiro lugar da geral, que ocupa a 05.55 minutos do líder, depois de ter sido punido com um minuto de penalização por excesso de velocidade num ponto de controlo.

O campeão em título, Nasser Al Attiyah, segue sem encontrar soluções para fazer o seu Mini acompanhar os homens da Peugeot, mantendo a quarta posição na geral, a distantes 15.19 minutos da liderança.

Nos motos, Paulo Gonçalves (Honda) segurou o primeiro lugar da geral, ao ser terceiro na sexta etapa, ganha por Toby Price.

O 'motard' australiano da KTM alcançou hoje a segunda vitória consecutiva e reduziu para 35 segundos a desvantagem para o português na geral, ao cumprir a especial em 5:51.48 horas, menos 1.05 minutos do que o segundo, o austríaco Matthias Walkner (KTM), e 1.12 do que Paulo Gonçalves.

"Hoje foi uma etapa longa. Estava com dores de cabeça, por isso foi-me difícil manter a concentração. Tentei fazer o melhor possível e no final acabei sem problemas", disse o luso.

Hélder Rodrigues (Yamaha) foi quinto na etapa de hoje, a 5.23 minutos de Toby Price, seguindo no sexto lugar da geral, a 20.12 minutos do português da Honda. Já Ruben Faria (Husqvarna) foi obrigado a abandonar, depois de ter fraturado um pulso, na sequência de uma queda.

Uyuni voltou a ser madrasta para Joan Barreda (Honda), o quarto piloto à partida, que teve um problema mecânico e ainda não cruzou a meta da sexta etapa.

No sábado, a sétima etapa vai percorrer 793 quilómetros, entre Uyuni e Salta, 353 dos quais cronometrados.

Lusa

  • Ruben Faria fratura pulso e abandona prova

    Desporto

    O "motard" português Ruben Faria (Husqvarna) foi hoje obrigado a abandonar o Rali Dakar, depois de ter fraturado um pulso, em consequência de uma queda sofrida durante a sexta etapa da prova rainha de todo-o-terreno.

  • "Nobel é um incentivo para toda uma nação"
    1:19

    Mundo

    O Presidente da Colômbia Juan Manuel dos Santos recebeu ao início da tarde na Noruega o prémio pelo trabalho que desenvolveu junto das Forças Armadas Revolucionárias da Colômbia, FARC. As cerimónias são este sábado e marcadas pela ausência do Nobel da Literatura, Bob Dylan.

  • Os negócios menos claros do filho de Pinto da Costa
    1:55

    Football Leaks

    Com o escândalo dos agentes de futebol a dar que falar, o Expresso revela este sábado os negócios menos claros do filho de Pinto da Costa. O nome da empresa de que é administrador, a Energy Soccer, surge na investigação em transferências de jogadores que envolvem o Futebol Clube do Porto num conflito de interesses.

  • Sol e calor ficam para o Natal
    1:50

    País

    Com o Natal à porta, o sol teima em ficar um pouco por todo o país. Até a norte as temperaturas estão altas para esta época do ano com o distrito do Porto a rondar os 18 graus.

  • A história da guerra em Alepo
    7:43
  • Uma "cidade fantasma" na Letónia
    3:10