sicnot

Perfil

Desporto

Grimaldo estreia-se nos convocados do Benfica, Gaitán ainda de fora

O defesa esquerdo Alex Grimaldo, contratado em dezembro ao Barcelona, estreou-se este sábado nos convocados do Benfica para a deslocação ao terreno do Nacional, em encontro da 17ª jornada da I Liga de futebol.

O jovem de 20 anos, até ao momento único reforço de inverno dos 'encarnados', estreia-se no lote de eleitos de Rui Vitória, podendo realizar frente ao Nacional o primeiro jogo ao serviço dos 'encarnados'. (Arquivo)

O jovem de 20 anos, até ao momento único reforço de inverno dos 'encarnados', estreia-se no lote de eleitos de Rui Vitória, podendo realizar frente ao Nacional o primeiro jogo ao serviço dos 'encarnados'. (Arquivo)

DR

O jovem de 20 anos, até ao momento único reforço de inverno dos 'encarnados', estreia-se no lote de eleitos de Rui Vitória, podendo realizar frente ao Nacional o primeiro jogo ao serviço dos 'encarnados'.

De regresso aos convocados, estão o médio sérvio Djuricic e o guarda-redes Paulo Lopes, que falharam o jogo da jornada anterior, em que o Benfica goleou o Marítimo por 6-0.

Para último jogo da primeira volta, Rui Vitória não pode contar com Nélson Semedo, Luisão, Salvio, Nico Gaitán e Nuno Santos, futebolistas que estão entregues ao departamento médico do clube.

O Nacional-Benfica está agendado para as 20:30 de domingo e terá arbitragem de Tiago Martins, da Associação de Futebol de Lisboa.

Lista dos 21 convocados:

- Guarda-redes: Ederson, Júlio César e Paulo Lopes.

- Defesas: Lisandro Lopéz, Grimaldo, Lindelof, Eliseu, Sílvio, Jardel e André Almeida.

- Médios: Samaris, Fejsa, Pizzi, Talisca, Djuricic, Carcela, Renato Sanches e Gonçalo Guedes.

- Avançados: Raúl Jiménez, Mitroglou e Jonas.

Lusa

  • Governo garante que Portugal não desperdiçou nenhum fundo de ajuda alimentar
    1:18

    País

    O ministro da Solidariedade e Segurança Social garante que Portugal não desperdiçou nenhum fundo europeu de ajuda alimentar. Vieira da Silva respondeu, esta manhã, à notícia avançada pelo Jornal de Notícias que dava conta de que, este ano, o país teria desperdiçado 28 milhões de euros de um fundo europeu porque o programa ainda não está operacional.