sicnot

Perfil

Desporto

Messi favorito ao quinto cetro e a destronar Ronaldo

O futebolista argentino Lionel Messi pode destacar-se no historial da Bola de Ouro, caso conquiste hoje o seu quinto cetro, sendo favorito frente ao português Cristiano Ronaldo, vencedor das últimas duas edições, e o brasileiro Neymar.

2012 - O futebolista argentino Lionel Messi, do FC Barcelona, conquista pela terceira vez consecutiva o troféu para melhor jogador do Mundo. Pepe Guardiola é eleito o melhor treinador.

2012 - O futebolista argentino Lionel Messi, do FC Barcelona, conquista pela terceira vez consecutiva o troféu para melhor jogador do Mundo. Pepe Guardiola é eleito o melhor treinador.

AP

Depois de ter vencido consecutivamente o troféu entre 2009 e 2012, Messi deverá voltar a ser o melhor em 2015, ano em que já foi considerado o melhor jogador da UEFA e da Liga espanhola e numa época em que conquistou cinco títulos coletivos ao serviço do FC Barcelona, quatro ao lado de Neymar.

O '10' dos catalães e da Argentina é o único jogador da história que ganhou por quatro vez a Bola de Ouro, mais uma do que o 'capitão' da seleção portuguesa e '7' do Real Madrid, vencedor em 2008, 2013 e 2014, enquanto Neymar surge como 'outsider', como aconteceu, em anos anteriores, a Fernando Torres, Xavi, Andrés Iniesta, Franck Ribery e Manuel Neuer.

Desde 2008, penúltimo ano em que o prémio era apenas responsabilidade da revista francesa France Football, os dois crónicos vencedores apenas não se encontraram em 2010, quando o português esteve ausente e o argentino se bateu com os então companheiros de equipa Iniesta e Xavi.

Ronaldo até marcou mais cinco golos do que Messi e conquistou a sua quarta Bota de Ouro, mas ficou a zero em termos coletivos, enquanto o argentino somou cinco troféus e o brasileiro quatro, porque falhou a Supertaça Europeia.

Além da Bola de Ouro, o argentino também pode ser galardoado como o autor do golo do ano, o que apontou na final da Taça do Rei ao Athletic de Bilbau, sendo também candidato ao 'onze' FIFA/FIFPro, tal como os internacionais lusos Ronaldo e Pepe e o guarda-redes espanhol do FC Porto, Casillas.

A gala de Zurique, que vai ter início às 17:00 (hora de Lisboa), distingue também o melhor treinador do ano, galardão para o qual são candidatos os espanhóis Pep Guardiola (Bayern Munique) e Luís Enrique (FC Barcelona), que vão estar ausentes, e o argentino Jorge Sampaoli (Chile).

No setor feminino, a norte-americana Carli Lloyd, a japonesa Aya Muyama e a alemã Celia Sasic, que se retirou aos 27 anos, são as candidatas ao troféu de melhor do ano.

Quanto aos treinadores de um conjunto feminino, a escolha recairá num selecionador: são candidatos a norte-americana Jill Ellis (Estados Unidos), o galês Mark Sampson (Inglaterra) e o japonês Norio Sasaki (Japão

  • Manuel Valls diz que Trump fez declaração de guerra à Europa

    Mundo

    O antigo primeiro-ministro francês Manuel Valls, aspirante a candidato socialista às presidenciais deste ano, considerou esta segunda-feira como uma "declaração de guerra" as afirmações do futuro Presidente dos Estados Unidos, Donald Trump, sobre a União Europeia.

  • Morreu o último homem que pisou a Lua

    Mundo

    O astronauta norte-americano Eugene Cernan, o último homem a pisar a Lua, morreu esta segunda-feira aos 82 anos, informou a agência espacial norte-americana, NASA.

  • Novo motim em prisão brasileira do Rio Grande do Norte

    Mundo

    Um motim ocorreu esta segunda-feira de madrugada numa prisão do estado brasileiro de Rio Grande do Norte, sem fazer feridos ou mortos, depois de uma rebelião numa outra prisão do mesmo estado ter feito 26 mortos no fim de semana.

  • Cheias e derrocadas destroem várias casas no Peru
    0:42

    Mundo

    Um deslizamento de terras seguido de uma inundação destruiu várias casas no Peru. As imagens mostram o momento em que o deslizamento acontece e o caos que se gerou. O trânsito ficou cortado e as inundações que se seguiram obrigaram várias pessoas a abandonar as suas habitações.