sicnot

Perfil

Desporto

Itália recusa votar na Bola de Ouro em protesto contra ausência de Buffon

O selecionador italiano de futebol, Antonio Conte, e o capitão, Gianluigi Buffon, não participaram na votação da Bola de Ouro em protesto contra a ausência do guarda-redes na lista de pré-candidatos, noticia hoje a comunicação social transalpina.

reuters

De acordo com os diários desportivos Gazzetta dello Sport e Corriere dello Sport, Conte e Buffon não votaram por imposição da Federação Italiana de Futebol, que tomou a decisão em novembro, quando uma fuga de informação tornou pública a lista de 59 pré-selecionados, da qual não constava o nome de Buffon.

Numa lista que integrava cinco guarda-redes - Manuel Neuer, Iker Casillas, atualmente ao serviço do FC Porto, Thibaut Courtois, Claudio Bravo e David Ospina -, sobressaia a ausência do guardião da Juventus, que na época passada foi preponderante na conquista do título italiano e na presença na final da Liga dos Campeões.

O representante da comunicação social autorizado a votar foi o único italiano que participou no processo de atribuição da Bola de Ouro de 2015, que consagrou pela quinta vez o avançado argentino Lionel Messi, já designado melhor futebolista mundial em 2009, 2010, 2011 e 2012.

O prémio foi entregue na Gala da Bola de Ouro FIFA, em Zurique, na Suíça, com o jogador do FC Barcelona a suceder ao português Cristiano Ronaldo (Real Madrid), que também era finalista, tal com o brasileiro Neymar, igualmente do 'Barça

  • Sabe onde fica a Nambia? Algures em África, segundo Trump

    Mundo

    "O sistema de saúde na Nambia é incrivelmente autossuficiente", declarou o Presidente dos Estados Unidos num discurso proferido num almoço com líderes africanos. No encontro, realizado esta quarta-feira à margem da 72.ª Assembleia-Geral da ONU, em Nova Iorque, Donald Trump repetiu o erro. Os utilizadores das redes sociais não perdoaram mais este "lapso" do chefe de Estado norte-americano.

  • Ambiente e direitos humanos dominam discurso de Costa na ONU
    2:03
  • Yoko Ono obriga limonada "John Lemon" a mudar de nome

    Cultura

    A viúva do Beatle John Lennon ameaçou processar uma empresa de bebidas polaca por causa da limonada "John Lemon". Yoko Ono não terá gostado do trocadilho entre Lennon e Lemon (limão, em inglês) e quer ver toda e qualquer garrafa com este rótulo retirada do mercado.