sicnot

Perfil

Desporto

Jovem promessa Dele Alli renova com Tottenham por cinco anos

A jovem promessa do futebol inglês Dele Alli renovou contrato com o Tottenham por cinco anos e irá permanecer em White Hart Lane até 2021, anunciou hoje o clube londrino, atual quarto classificado da Liga inglesa de futebol.

Matt Dunham

Alli, de 19 anos, transferiu-se o ano passado para o Tottenham por cinco milhões de libras (6,7 milhões de euros), proveniente do Milton Keynes Dons, que compete no terceiro escalão do futebol inglês, e o seu desempenho esta época tem feito furor, pelas exibições e pelos cinco golos que já marcou em 18 partidas.

O versátil médio-centro do 'Spurs', de 19 anos, estreou-se também pela seleção principal de Inglaterra, tendo marcado logo na estreia em novembro último, na vitória por 2-0 no jogo particular frente à França.

"Estou muito feliz. O clube tem sido fantástico desde que eu aqui cheguei. Temos um grande equipa, muito jovem, à qual auguro grande futuro", disse Alli numa entrevista em vídeo publicada na página do Tottenham na internet.

Alli assinou pelo clube londrino em janeiro de 2015, transferido do Milton Keynes Dons, ao qual foi emprestado de seguida para continuar a evoluir na 'League One' até ao final da época passada, e fez a sua estreia na 'Premier League' frente ao Manchester United, tendo já participado em 26 jogos pelo Tottenham na época em curso.

Inicialmente utilizado ao lado do ex-sportinguista Eric Dier como médio defensivo, Alli subiu no terreno e tem jogado nas últimas semanas na posição 'dez' por decisão do treinador Maurício Pochettino.

"É uma boa notícia para nós e para ele. Depois do que fez nos últimos seis meses, merece melhorar o salário e o contrato. Conseguiu alcançar o nível dos seus companheiros, agora é internacional e joga regularmente na primeira equipa do Tottenham", afirmou Pochettino em conferência de imprensa.

Dele Alli tem grandes possibilidades de integrar o lote de convocados do selecionador inglês Roy Hodgson para a fase final do Euro2016, em França.

Lusa

  • Presidente do Tondela diz que clube foi humilhado
    1:26

    Desporto

    O presidente do Tondela participou esta segunda-feira na conferência de imprensa após o jogo da 23.ª jornada da I Liga com o Sporting. Gilberto Coimbra criticou o árbitro do encontro João Capela, e diz que o tempo de compensação dado a mais foi por uma falta que não foi assinalada sobre um jogador do Tondela, Bruno Monteiro.

  • Último golo do Sporting ao Tondela "é legal e limpinho" 
    0:41

    Desporto

    Jorge Jesus entende que a vitória desta segunda-feira do Sporting frente ao Tondela não merece contestação e destaca o facto de o árbitro ter avisado os jogadores que iria prolongar o tempo extra. Para o treinador dos leões, o golo no minuto 99' é legal. 

  • Deputados pedem medidas urgentes para travar exploração de urânio junto à fronteira
    3:06

    País

    Um projeto de exploração de urânio no município de Retortilho em Salamanca, a cerca de 40 quilómetros da fronteira portuguesa, está a causar preocupação nos dois países. Portugueses e espanhóis temem o risco de contaminação por via aérea e fluvial. Deputados portugueses visitaram o local, onde pediram medidas firmas e urgentes ao Governo para travar o projeto. As autoridades de Espanha não acionaram o mecanismo de avaliação ambiental partilhada.

  • Mulher enterrada viva no Brasil
    1:13

    Mundo

    Uma mulher de 37 anos terá sido enterrada viva no oeste da Bahia, no Brasil. A certidão de óbito aponta um choque séptico como a causa da morte, mas os ferimentos com que foi encontrada no interior do caixão indicam um possível erro. Os moradores de casas vizinhas do cemitério municipal onde Rosângela dos Santos foi enterrada ouviram gritos vindos do túmulo.

  • "Os Estados Unidos são uma sociedade de pistoleiros"
    3:47
  • Trump desafia Oprah a candidatar-se para ser derrotada

    Mundo

    Apesar de Oprah Winfrey ter excluído uma eventual candidatura às eleições presidenciais dos Estados Unidos da América, Donald Trump ainda não se esqueceu dos rumores e desafiou a apresentadora a candidatar-se em 2020. Através do Twitter, o Presidente norte-americano disse ainda que assim poderia ser "exposta e derrotada como todos os outros".

    SIC