sicnot

Perfil

Desporto

Luis Enrique diz que Bola de Ouro a Messi é reconhecimento ao melhor de sempre

O treinador do FC Barcelona, Luis Enrique, assegurou hoje que a quinta Bola de Ouro atribuída ao argentino Lionel Messi na segunda-feira, na Gala da FIFA, é "um claro reconhecimento ao melhor futebolista de todos os tempos".

ALEJANDRO GARCIA

"É uma alegria muito grande, embora já soubéssemos que, pelo que fez a época passada, ele iria ser o vencedor", referiu Luis Enrique, que falava durante a conferência de imprensa prévia ao jogo de quarta-feira do FC Barcelona com o Espanyol, da liga espanhola.

Luis Enrique endereçou ainda palavras elogiosas para todos os jogadores do plantel do FC Barcelona homenageados na Gala da FIFA, em especial o brasileiro Neymar, terceiro melhor jogador, atrás de Messi e do português Cristiano Ronaldo, do Real Madrid.

"Temos a sorte de ter jogadores como Neymar que vão estar entre os melhores nos próximos anos, para além de muitos outros que integram o nosso plantel e que também merecem", referiu Luis Enrique.

Ainda de acordo com o treinador do FC Barcelona, há muitos jogadores da sua equipa que, depois de terem participado num ano incrível, em termos de conquistas várias para o clube, também eram merecedores de um prémio destes.

O próprio Luis Enrique foi distinguido na gala de segunda-feira, em Zurique, com o prémio de melhor treinador de 2015, mas, ao contrário dos seus jogadores, não o pode receber pessoalmente por não ter podido deslocar-se à Suíça.

"Estou muito feliz. É a recompensa do trabalho desenvolvido por todos os jogadores, clube e corpo técnico. Estou muito agradecido a todos os que votaram", disse Luis Enrique, escusando-se a justificar os motivos da sua ausência.

Lusa

  • Marcelo promete entregar carta de menina com paralisia cerebral ao primeiro-ministro
    3:05

    País

    O Presidente da República está preocupado com os cuidadores dos cidadãos que precisam de cuidados paliativos. No Dia Internacional das Pessoas com Deficiência, que se assinalou este sábado, Marcelo Rebelo de Sousa visitou a Casa do Tejo, em Algés, onde três famílias de crianças com paralisia cerebral e outros problemas de saúde são recebidas em conjunto com os pais para que toda a famíla possa receber apoio de técnicos especializados. O Presidente recebeu uma carta de uma menina de 5 anos, com paralisia cerebral, e prometeu que a vai entregar ao primeiro-ministro, para que seja aberta uma porta legislativa mais larga para os problemas das pessoas deficientes.

  • O impacto e as consequências do referendo em Itália
    1:02