sicnot

Perfil

Desporto

Justiça espanhola ouve Neymar como arguido de crimes de corrupção e fraude

A justiça espanhola convocou o futebolista internacional brasileiro Neymar para prestar declarações na qualidade de arguido, no processo que o opõe ao fundo de investimento DIS, que detinha parte dos direitos federativos do avançado do Barcelona.

(AP/Arquivo)

(AP/Arquivo)

Shizuo Kambayashi / AP

O juiz da Audiência Nacional titular do processo aceitou o pedido do Ministério Público para ouvir Neymar na qualidade de arguido dos crimes de corrupção e fraude, convocando o jogador a comparecer a 2 de fevereiro perante o tribunal, que tem sede em Madrid.

Além de Neymar, o juiz José de la Mata citou mais nove pessoas, entre as quais o pai e a mãe do futebolista brasileiro, o atual presidente do Barcelona, Josep Maria Bartomeu, e o seu antecessor, Sandro Rosell.

A justiça espanhola aceitou investigar a queixa apresentada pelo fundo de investimento, que detinha parte dos direitos federativos de Neymar e que se considera lesado no processo de transferência de Neymar do Santos para o Barcelona.

O DIS acusa os intervenientes no processo de fraude e corrupção, sustentando que lhe corresponde o equivalente a 40% dos 17,1 milhões de euros (M€) que o clube catalão pagou pelos direitos federativos de Neymar, valor que considera estar abaixo do custo real da transação.

O Barcelona anunciou que a transferência do avançado brasileiro, realizada em maio de 2013, custou 57,1 M€ ao campeão espanhol e europeu, mas depois de uma investigação da justiça espanhola admitiu que a operação ascendeu, pelo menos, a 83,3 M€.

O fundo de investimento brasileiro, que recebeu 6,8 M€ correspondentes aos 40% que detinha dos direitos federativos de Neymar, argumenta que tem direito a uma parte da diferença entre o valor inicialmente declarado e o valor real que o Barcelona assumiu posteriormente.

Lusa

  • "A nossa lei tem demasiados buracos"
    0:44

    País

    Rui Cardoso acusa a classe política de não querer resolver os problemas da corrupção em Portugal. Entrevistado na Edição da Noite da SIC Notícias o magistrado do Ministério Público considera que ainda há um longo caminho a percorrer no combate à corrupção.

  • Beyoncé e a irmã caem e o vídeo torna-se viral

    Cultura

    Beyoncé voltou este fim de semana a subir ao palco do Coachella, depois de ter atuado na primeira semana do festival que decorreu no deserto da Califórnia, nos EUA. A cantora norte-americana voltou a brilhar, mas foi o momento em que caiu no palco com a irmã, Solange, que acabou por se tornar viral.

    SIC

  • Cientistas querem sequenciar genomas de 15 milhões de espécies

    Mundo

    Um consórcio internacional de cientistas, que por enquanto não inclui portugueses, propõe-se sequenciar, catalogar e analisar os genomas (conjuntos de informação genética) de 15 milhões de espécies, uma tarefa que levará dez anos a fazer, foi divulgado esta segunda-feira.