sicnot

Perfil

Desporto

Interpol emite mandado de captura para filho do ex-presidente da IAAF

A Organização Internacional de Polícia Criminal (Interpol) emitiu hoje um mandado de captura para Papa Massata Diack, filho de Lamine Diack, ex-presidente da Associação Internacional das Federações de Atletismo (IAAF).

Reuters

Reuters

© Thomas White / Reuters

No seu alerta, feito na rede social Twitter, a Interpol diz que Papa Massata Diack é procurado em França "por suborno, lavagem de dinheiro e acusações de corrupção".

A fotografia de Papa Diack surge numa lista de 332 pessoas procuradas pela organização.

Em agosto, Lamine Diack saiu da presidência da IAAF, antes de ser acusado de corrupção pela justiça francesa. O ex-dirigente e o seu filho, antigo consultor de marketing no organismo, são acusados de corrupção e suborno na ordem dos milhões de euros.

Na última semana, Papa Diack foi irradiado, juntamente com mais duas pessoas, pela comissão de ética da IAAF , por implicação em atos de corrupção.

A irradiação aplicava-se também aos russos Valentin Balakhnichev, tesoureiro do organismo máximo do atletismo até dezembro de 2014 e antigo presidente da federação do seu país, e Alexei Melnikov, antigo treinador da seleção de marcha.

A IAAF foi abalada por suspeitas de corrupção e irregularidades relacionadas com doping na sequência de um relatório divulgado em novembro pela Agência Mundial Antidopagem (AMA), que já levou à suspensão da Federação Russa de Atletismo, por uso por uso sistemático de doping.

Lusa

  • Novo Banco vai reestruturar dívida de Luís Filipe Vieira
    1:22

    Desporto

    O Novo Banco vai reestruturar parte da dívida da empresa de Luís Filipe Vieira, que ronda os 400 milhões de euros. Parte dos ativos da empresa foram transferidos para um fundo para serem rentabilizados no prazo de cinco anos. Esse fundo está a ser gerido pelo vice-presidente do Benfica.

  • Dono de fábrica que ardeu na Anadia diz que produção não vai ser afetada
    2:04
  • Saco azul do BES pagou a 106 pessoas e 96 avenças ocultas
    2:21

    Economia

    Pelo menos 106 pessoas receberam dinheiro da Espírito Santo Enterprises, a companhia offshore criada nas Ilhas Virgens Britânicas e que terá funcionado como um gigantesco saco azul do Grupo Espírito Santo. O jornal Expresso revelou os primeiros vinte nomes da lista, entre os quais estão Zeinal Bava, antigo CEO da PT, e Manuel Pinho, ex-ministro da economia do Governo de José Sócrates.

  • Tragédia em Vila Nova da Rainha aconteceu há uma semana
    7:18
  • Doze meses de polémicas, ameaças e promessas
    3:52