sicnot

Perfil

Desporto

Penalização de 40 minutos atira Paulo Gonçalves para oitavo da geral no Dakar

Paulo Gonçalves desceu ao oitavo lugar da classificação de motas do Dakar2016, depois de a organização deste rali de todo-o-terreno o penalizar em 39.56 minutos, após a disputa da 10.ª etapa da prova.

Na terça-feira, Gonçalves, que compete em Honda, teve problemas com o motor e tudo indicava que o tinha reparado, sem ter de o trocar, o que acarreta uma penalização forte, mas assim não foi entendido pela organização, o que atira o português, quarto na etapa, de terceiro da geral para oitavo.

Na terça-feira, Gonçalves, que compete em Honda, teve problemas com o motor e tudo indicava que o tinha reparado, sem ter de o trocar, o que acarreta uma penalização forte, mas assim não foi entendido pela organização, o que atira o português, quarto na etapa, de terceiro da geral para oitavo.

FELIPE TRUEBA / Lusa

Na terça-feira, Gonçalves, que compete em Honda, teve problemas com o motor e tudo indicava que o tinha reparado, sem ter de o trocar, o que acarreta uma penalização forte, mas assim não foi entendido pela organização, o que atira o português, quarto na etapa, de terceiro da geral para oitavo.

Hoje, conseguiu ser quarto na etapa entre Belén e La Rioja, na Argentina, e na primeira informação divulgada mantinha o terceiro lugar da geral de motas, liderada pelo australiano Toby Price (KTM).

O vencedor da tirada foi o eslovaco Stefan Svitko (KTM), que cumpriu os 244 quilómetros da secção cronometrada em 3:47.23 horas, batendo o argentino Kevin Benavides (Honda) por 2.54 minutos e Price por 5.47, enquanto Paulo Gonçalves chegou a 6.01, num percurso encurtado em 33 quilómetros devido ao nível elevado da água em dois rios.

"Depois dos problemas que tive ontem, foi um dia bastante difícil, uma etapa cem por cento de pistas arenosas e dunas. Em termos de navegação não foi complicado, porque tinha as marcas dos outros carros e das motos, mas foi extremamente difícil, porque tinha na frente camiões e os rodados dos camiões faziam com que a areia ficasse muito macia e foi muito difícil andar", disse o piloto luso no final do dia, ainda antes de ser conhecida a penalização.

Sétimo na etapa de hoje, a 12.01, Hélder Rodrigues (Yamaha) é agora sexto na geral, a mais de uma hora, ao passo que Mário Patrão (KTM) foi o 19.º, a quase 48 minutos, e ocupa o 16.º posto, praticamente a três horas e meia.

Muito mais atrasado está Pedro Bianchi Prata (Honda), 62.º a já quase 14 horas de Price.

Nos automóveis, quando já não há portugueses em competição, o melhor é o francês Stéphane Peterhansel (Peugeot), com um avanço de uma hora exata sobre o catari Nasser Al-Attiyah, em Mini.

Lusa

  • Paulo Gonçalves em risco de abandonar Dakar devido a avaria

    Desporto

    O português Paulo Gonçalves poderá ter que abandonar o rali Dakar 2016, devido a uma avaria na sua mota, na nona etapa. O diretor da equipa Honda, Martino Bianchi, chegou a anunciar o abandono como certo, mas entretanto já acrescentou que o motard ainda tem hipóteses. Paulo Gonçalves seguia na segunda posição.

  • Paulo Gonçalves continua no Dakar

    Desporto

    O português Paulo Gonçalves, que seguia na segunda posição, vai manter-se no rali todo-o-terreno Dakar 2016. A sua mota sofreu uma avaria, mas entretanto a direção de prova neutralizou a nona etapa a partir do segundo posto de controlo, por motivos de segurança.

  • DJ Avicii morre aos 28 anos

    Cultura

    Tim Bergling, conhecido por Avicii e um dos mais famosos DJ's do mundo, morreu aos 28 anos. A notícia foi avançada pelo site TMZ, que adianta que o DJ e produtor sueco foi encontrado morto esta sexta-feira em Muscat, em Omã, e os detalhes da morte ainda não são conhecidos.

    SIC

  • Avicii tinha deixado os palcos há 2 anos por motivos de saúde
    2:14
  • "Não andámos a tomar calmantes, nem a dar abracinhos"
    0:52

    Desporto

    Rui Vitória recusa atirar a toalha ao chão. O treinador do Benfica acredita que ainda muito pode acontecer e revela a motivação da equipa depois da derrota com o FC Porto na Luz, que levou à perda da liderança a quatro jornadas do fim.

  • "Se não querem que vos baixem as calças, não se tornem modelos"

    Cultura

    "Se não querem que vos baixem as calças, não se tornem modelos", esta foi apenas uma das declarações de Karl Lagerfeld sobre as denúncias de abuso sexual, que estão a marcar o mundo do cinema, da música e da moda. Numa entrevista, o diretor criativo da Chanel e da Fendi declarou mesmo que estava farto do #MeToo, o movimento usado para denunciar estes casos de abusos por todo o mundo.

    SIC

  • Portugal compromete-se a enviar profissionais de saúde para África
    2:39
  • EUA acusam Síria de tentar apagar provas de alegado ataque químico em Douma
    1:28
  • Já pode escolher uma morte amiga do ambiente

    Mundo

    Preocupa-se com o ambiente? Recicla? Prefere andar a pé ou partilhar transportes? Então saiba que a partir de agora a morte também pode ser amiga do ambiente. Desde caixões degradáveis de vime a cremação líquida, já é possível diminuir o impacto ambiental da morte.

    SIC

  • Mágico comove audiência do Britain's Got Talent com a história de cancro da mulher e da filha
    5:16