sicnot

Perfil

Desporto

16 tenistas de topo envolvidos em jogos combinados, revela BBC

A BBC revelou hoje que 16 tenistas que integraram o 'top 50' mundial na última década, incluindo vencedores de torneios do 'Grand Slam', estiveram envolvidos em jogos com resultados combinados.

A Federação de Ténis da Bélgica e a Federação Internacional de Ténis anunciou a proibição de entrada com no recinto com mochilas ou sacos. (Arquivo)

A Federação de Ténis da Bélgica e a Federação Internacional de Ténis anunciou a proibição de entrada com no recinto com mochilas ou sacos. (Arquivo)

© Reuters Staff / Reuters

"Na última década, 16 jogadores classificados nos 50 primeiros foram repetidamente assinalados pela Unidade de Integridade do Ténis (TIU) devido a suspeitas de que estariam a combinar resultados de jogos. Todos os tenistas, incluindo vencedores de 'Grand Slams', foram autorizados a continuar a competir", alega a investigação conjunta da BBC e do sítio na Internet BuzzFeed News.

A cadeia de televisão britânica sustenta as alegações com o acesso a ficheiros secretos, nos quais se inclui uma investigação iniciada pela ATP, em 2007.

"Num relatório confidencial para as autoridades tenísticas, em 2008, a equipa de investigação defendeu que 28 atletas deveriam ser investigados, mas as indicações nunca foram seguidas", afiançou a BBC, indicando que três dos encontros combinados ocorreram no torneio de Wimbledon.

A ATP introduziu um novo código anticorrupção em 2009 e, depois de procurar aconselhamento legal, foi informada de que violações anteriores não poderiam originar processos. No entanto, os documentos a que a estação britânica teve acesso demonstram que a TIU recebeu sucessivos alertas nos anos subsequentes sobre um terço dos jogadores já referenciados, sem que fossem tomadas quaisquer medidas.

A reportagem alega ainda que oito dos 16 tenistas sinalizados vão disputar o Open da Austrália, o primeiro 'major' da temporada, que arranca esta madrugada.

Lusa

  • Leão de Ouro de Souto de Moura faz "muito bem à alma" dos portugueses
    1:53
  • "Sonho com um futuro melhor", o desejo de um jovem sírio em Portugal
    2:12

    País

    Mais de 50 jovens sírios chegaram esta madrugada a Lisboa, para iniciarem o novo ano letivo, em Portugal. Sonham com um futuro melhor. Sonham com uma educação melhor. Os 54 estudantes vieram ao abrigo do programa lançado pelo antigo Presidente da República, Jorge Sampaio, que nos últimos anos já deu uma nova oportunidade a cerca de 200 alunos. Depois de um curso intensivo de português durante três meses, os jovens vão iniciar o ano letivo em vários pontos do país.

  • Chamas do incêndio no Europa Park na Alemanha atingiram os 15 metros de altura
    0:57