sicnot

Perfil

Desporto

PSG vence Toulouse e segue em frente na Taça de França

Um golo do internacional sueco Zlatan Ibrahimovic, aos 89 minutos, na conversão de uma grande penalidade, apurou esta terça-feira o Paris Saint-Germain (PSG) para a fase seguinte da Taça de França em futebol, ao bater o Toulouse por 2-1.

No Parque dos Príncipes, o Toulouse até inaugurou o marcador, aos 11 minutos, por Jacques Moubandje, mas, aos 54 minutos, o antigo jogador do Benfica David Luiz empatou a partida, tendo Ibrahimovic (na imagem) sentenciado o resultado a favor da equipa de Laurent Blanc.

No Parque dos Príncipes, o Toulouse até inaugurou o marcador, aos 11 minutos, por Jacques Moubandje, mas, aos 54 minutos, o antigo jogador do Benfica David Luiz empatou a partida, tendo Ibrahimovic (na imagem) sentenciado o resultado a favor da equipa de Laurent Blanc.

© Regis Duvignau / Reuters

No Parque dos Príncipes, o Toulouse até inaugurou o marcador, aos 11 minutos, por Jacques Moubandje, mas, aos 54 minutos, o antigo jogador do Benfica David Luiz empatou a partida, tendo Ibrahimovic sentenciado o resultado a favor da equipa de Laurent Blanc.

Noutro jogo dos 16 avos de final da Taça de França, o Gázelec Ajaccio impôs-se de forma categórica ao Guingamp, vencendo em casa por 3-0.

A estrela da partida foi o atacante francês do Gázelec Ajaccio Khalid Boutaib, que marcou os três golos da equipa da casa (aos cinco, 21 e 49 minutos).

O Bourg-en-Bresse, da segunda divisão francesa, causou a principal surpresa, ao eliminar o Rennes, atual sexto classificado da divisão principal do futebol francês, ao vencer por 3-1.

O Rennes, equipa na qual alinha o português Pedro Mendes (que não fez parte do 'onze') adiantou-se no marcador aos 21 minutos, por intermédio do defesa Steven Moreira.

Aos 48 minutos, porém, o médio Julien Bègue igualou para o Bourg-en-Bresse, que passou a estar em vantagem aos 81 minutos, por intermédio de Lakdar Boussaha.

Um penálti convertido aos 90+3 pelo senegalês Pepe Sané consumou a surpresa no estádio Roazhon Park.

O Angers, terceiro na liga francesa, caiu em casa perante o Bordéus (em 10.º), por 2-1. Os visitantes chegaram aos 2-0, com tentos do brasileiro Jussiê Vieira, 45+1, e de Enzo Crivelli, aos 58, tendo o Angers ainda reduzido, aos 69, por Vilayphone Ketkeophomphone.

O Sochaux, em 18.º na segunda divisão da liga francesa, protagonizou outra surpresa na ronda da Taça de França, ao vencer em casa do Bastia, 15.º na 'Ligue 1', por 2-1.

A equipa de Montbéliard adiantou-se no marcador aos 27 minutos, pelo camaronês Adolphe Teikeu, o Bastia empatou antes de terminar a primeira parte, aos 36 minutos, por François Kamano, mas, nos derradeiros minutos da partida, aos 90+2, Raphael Caceres voltou a colocar o Bastia em vantagem e a decidir a partida.

Os 16 avos de final da Taça de França ficaram ainda marcados pela derrota do Niort, da 'Ligue 2', frente ao Sarre-Union, da quarta divisão (CFA), por 1-0.

Lusa

  • "A vitória de Bruno de Carvalho pode ser uma vitória de Pirro"
    1:01
    O Dia Seguinte

    O Dia Seguinte

    2ªFEIRA 21:50

    As eleições para a presidência do Sporting realizam-se no próximo sábado e os comentadores d'O Dia Seguinte avaliaram já as hipóteses de vitória dos candidatos. Rui Gomes da Silva considera que a gravação que implicava José Maria Ricciardi não vai influenciar a decisão de voto. Já Paulo Farinha Alves acredita que Bruno de Carvalho vai vencer a eleição. Contudo José Guilherme Aguiar avisa as eleições podem não trazer estabilidade ao Sporting.

  • SIC revela relatório que provava falência do GES
    2:06
  • Sócrates acusa Cavaco de conspiração
    0:57
  • Vulcão Etna em erupção
    1:34
  • "Geringonça" elogiada na Europa e EUA
    4:22
  • Como a maioria de Esquerda gere as votações
    2:15

    País

    A gestão entre os partidos é feita diariamente mas nem sempre PCP e Bloco de Esquerda têm votado ao lado do Governo. A SIC ouviu um politólogo, que diz que o objetivo é cada um salientar as diferenças que os separam do PS. No entanto, também há exemplos que provam que nenhum dos partidos quer pôr em causa a estabilidade política.