sicnot

Perfil

Desporto

Messi vai a julgamento por três crimes de fraude fiscal

O futebolista internacional argentino Lionel Messi, avançado do FC Barcelona, e o seu pai, Jorge Horacio Messi, vão ser julgados por três crimes fraude fiscal na Audiência de Barcelona, informou hoje o Tribunal Superior de Justiça da Catalunha.

© Reuters Staff / Reuters (Arquivo)

Messi, designado melhor futebolista mundial em 2015, e o seu pai terão de responder perante o juiz do tribunal de Barcelona, entre 31 de maio e 3 de junho, pelo desvio de 4,1 milhões de euros da autoridade tributária espanhola.

O Ministério Público, que pretende ver Jorge Messi condenado a 18 meses de prisão, pediu o arquivamento do processo contra o jogador, por considerar que não teve conhecimento da fraude, mas os representantes do Estado espanhol mantiveram a acusação, pedindo um pena de 22 meses de prisão para cada.

A 10 de junho de 2015, o tribunal de Barcelona decidiu manter Messi indiciado dos crimes de fraude fiscal, que foram assumidos perante o juiz de instrução pelo pai e representante do jogador do clube campeão espanhol, europeu e mundial.

Dois meses depois de ter sido indiciado, Messi entregou cinco milhões de euros à autoridade tributária, com o propósito de ressarcir o fisco espanhol do dinheiro que, alegadamente, deveria ter sido entregue e não foi, referente ao período entre 2007 e 2009.

Lusa

  • O papel da religião no quotidiano
    24:57
  • Jane Goodall iniciou palestra com sons semelhantes aos dos chimpanzés
    2:18

    País

    A investigadora Jane Goodall esteve esta quinta-feira em Lisboa para participar numa conferência da National Geographic. A primatóloga começou o seu discurso com sons semelhantes aos dos chimpanzés. Numa entrevista à SIC, Goodall falou sobre os chimpanzés e sobre o trabalho que continua a desenvolver em todo o mundo, em prol do ambiente, dos animais e das pessoas. 

  • NATO vai aumentar luta contra o terrorismo

    Mundo

    O secretário-geral da NATO, Jens Stoltenberg, disse que os aliados da NATO concordaram esta quinta-feira em aumentar a luta contra o terrorismo e em "investir mais e melhor" na Aliança.

  • Trump empurra líder do Montenegro para ficar à frente na fotografia

    Mundo

    A reunião de líderes dos Estados-membros da NATO, que decorreu esta quinta-feira em Bruxelas, na Bélgica, ficou marcada por um momento insólito em que o Presidente norte-americano não quis abdicar de ficar no melhor plano possível nas fotografias de grupo. Nem que para isso tenha sido necessário empurar o líder de outro país.

  • O humor de John Kerry nas críticas a Trump
    0:40

    Mundo

    John Kerry criticou as ligações de Donald Trump com a Rússia durante um discurso de abertura, na Universidade de Harvard. O ex-secretário de Estado norte-americano disse, em tom de brincadeira, que se os jovens querem vingar na política, devem primeiro aprender a falar russo.