sicnot

Perfil

Desporto

Mascherano aceita um ano de prisão por fraude fiscal, mas pede pena suspensa

O futebolista argentino Javier Mascherano aceitou hoje a condenação a um ano de prisão por fraude fiscal, mas pediu ao tribunal de Barcelona a suspensão da pena e a sua substituição por multa no valor de 21.600 euros.

© Marcos Brindicci / Reuters

O tribunal ratificou o acordo entre Mascherano, o Ministério Público e os representantes do Estado espanhol, condenando ainda o defesa do FC Barcelona ao pagamento de multa de 815.000 euros por dois crimes de fraude fiscal, no valor de 1,5 milhões de euros, cometidos em 2011 e 2012.

O futebolista, que pediu a substituição da pena prisão por outra multa, de 21.600 euros, foi considerado culpado de ter utilizado empresas estrangeiras para ocultar do fisco espanhol receitas provenientes dos seus direitos de imagem.

De acordo com a acusação, o jogador desenvolveu uma estratégia com o objetivo de não declarar as receitas obtidas com a marca Nike, simulando a cedência de direitos a uma empresa meramente instrumental, sediada na Madeira, em Portugal.

O médio internacional argentino já tinha devolvido 1,5 milhões de euros, acrescidos de 200.000 euros de juros, na perspetiva de uma redução de pena, em caso de condenação, o que veio a acontecer.

Lusa

  • Corpos de portuguesas trasladados segunda-feira 
    1:27
  • Incendiários vão passar o verão com pulseira eletrónica

    País

    Os tribunais vão poder condenar os incendiários a penas de prisão domiciliária, com pulseira eletrónica, durante as épocas de incêndio. A nova lei foi aprovada na semana passada, na Assembleia da República, e aguarda a promulgação do Presidente da República, Marcelo Rebelo de Sousa.

  • Estado vai tomar posse de terras abandonadas

    País

    O Governo vai recorrer ao Código Civil para permitir que o Estado tome posse de terras ao abandono. À margem da entrevista ao Expresso, o primeiro-ministro anunciou que o Governo irá acionar o artigo 1345º do Código Civil, que estabelece que as coisas imóveis sem dono conhecido se consideram do património do Estado.

  • "Trump, deixe-me ajudá-lo a escrever o discurso"
    0:47

    Mundo

    Arnold Schwarzenegger diz que Donald Trump tem o dever moral de se opor ao ódio e ao racismo. Num vídeo publicado nas redes sociais, o ator norte-americano e antigo governador da Califórnia encenou o discurso que Donald Trump devia ter. 

  • Hino da SIC tocado pela viola beiroa
    2:22