sicnot

Perfil

Desporto

Kobe Bryant eleito pela 18ª vez para o All Stars da NBA em ano da reforma

O norte-americano Kobe Bryant, que abandonará a carreira de basquetebolista no final desta época, foi eleito na quinta-feira, pela 18.ª vez, para o jogo All Stars da Liga Norte-americana de Basquetebol (NBA).

Reuters

Aos 37 anos, a estrela dos Los Angeles Lakers dominou a votação entre os adeptos, com 1.891.614 de votos.

Bryan integrará o cinco titular da equipa da Conferência Oeste, juntamente com Kevin Durant (Oklahoma City), Kawhi Leonard (San Antonio Spurs), e Stephen Curry, o mais valioso da última época (MVP) e campeão pelos Golden State Warriors, assim como Russell Westbrook (Oklahoma City).

Apesar de também ser um veterano no jogo que reúne anualmente os melhores jogadores da NBA, Bryant regressa ao 'All Stars' após dois anos de ausência, já que esteve lesionado em 2014 e 2015.

O recordista de seleções para o jogo All Star, com 19 chamadas, continua a ser Kareem Abdul-Jabbar, a maior figura dos Lakers entre as décadas de 70 e 80

A equipa do Este será liderada, sem surpresas, por LeBron James (Cleveland Cavaliers), eleito pela 12.ª vez consecutiva e, tal como Bryant, com mais de um milhão de votos (1.089.206).

Ao lado de James no cinco inicial do Este jogarão Paul George (Indiana Pacers), Carmelo Anthony (New York Knicks), Dwyane Wade (Miami Heat) e Kyle Lowry (Toronto Raptors).

O jogo All Star desta temporada disputa-se a 14 de fevereiro, em Toronto, no Canadá.

NF // ARA

Lusa/Fim

NewsSubjects:- Desporto - Basquetebol

20160122T091338

  • O perfil do homicida de Barcelos
    2:42

    País

    Adelino Gomes Briote já tinha sido condenado por ofensas à integridade física da sogra e de uma filha. Em seis meses esta foi a segunda vez que o homem acusado do quádruplo homicídio em Barcelos esteve perante a justiça.

  • "Um Lugar ao Sol"
    17:05
  • Trump diz que Obamacare vai "colapsar"

    Mundo

    O Presidente norte-americano tentou desvalorizar a derrota política sofrida na sexta-feira no Congresso, ao desistir da revogação da lei de saúde pública do seu antecessor, conhecida como Obamacare, afirmando que esta vai colapsar por si mesma.

  • Milhares nas cerimónias fúnebres de dirigente do Hamas

    Mundo

    Milhares de palestinianos participaram nas cerimónias fúnebres de um dirigente do Hamas, assassinado esta sexta-feira, na Faixa de Gaza. Vários homens armados acompanharam o cortejo fúnebre até à mesquita, onde se fizeram as últimas orações.

  • Guerra na Síria não dá tréguas
    1:51

    Mundo

    Na Síria e ao mesmo tempo que decorrem novas negociações de paz, a guerra não dá tréguas. As imagens mostram o resultados dos últimos raides aéreos nos subúrbios de Damasco. O balanço provisório é de mais de 30 mortos e pelo menos 50 feridos.