sicnot

Perfil

Desporto

Ricardo Melo Gouveia com agregado de 174 shots no campeonato de Abu Dhabi

O golfista português Ricardo Melo Gouveia terminou esta sexta-feira a segunda volta do campeonato de Abu Dhabi, que só ficará concluída no sábado, com um agregado de 143 pancadas.

Na segunda volta, que só termina no sábado devido ao nevoeiro que prejudicou a continuidade da prova, Melo Gouveia marcou 71 pancadas, menos uma do que o resultado obtido na primeira volta, seguindo provisoriamente no grupo dos classificados em 56.º lugar. (Arquivo)

Na segunda volta, que só termina no sábado devido ao nevoeiro que prejudicou a continuidade da prova, Melo Gouveia marcou 71 pancadas, menos uma do que o resultado obtido na primeira volta, seguindo provisoriamente no grupo dos classificados em 56.º lugar. (Arquivo)

LUSA

Na segunda volta, que só termina no sábado devido ao nevoeiro que prejudicou a continuidade da prova, Melo Gouveia marcou 71 pancadas, menos uma do que o resultado obtido na primeira volta, seguindo provisoriamente no grupo dos classificados em 56.º lugar.

O golfista português marcou três 'birdies' (uma pancada abaixo) nos segundos nove buracos, depois de nos primeiros ter feito dois 'bogeys' (uma acima).

Na quinta-feira, a prova, dotada de prémios no valor de 2,5 milhões de euros, era liderada pelo norte-americano Bryson Dechambeau, que marcou 64 pancadas.

Entre os golfistas que já completaram a segunda volta, o melhor resultado foi obtido pelo inglês Andy Sullivan, que segue com agregado de 134 pancadas, conseguidas com 67 'shots' em cada uma das voltas.

Este é o terceiro torneio que Ricardo Melo Gouveia disputa como membro efetivo do principal circuito europeu, depois do 51.º lugar no Open de Joanesburgo, e do 18.º posto no Dunhill Championship em golfe, ambos na África do Sul.

Lusa

  • Montenegro nunca será candidato contra Passos
    0:50
  • Dijsselbloem não comenta hipótese de ser substituído por Mário Centeno
    2:41

    Mundo

    Jeroen Dijsselbloem diz que cabe ao Governo português avançar com o nome de Mário Centeno para a presidência do Eurogrupo, mas não comenta a sondagem que foi feita ao ministro das Finanças português. Ouvido esta quinta-feira no Parlamento Europeu, o Presidente do Eurogrupo esteve no centro das críticas e reafirmou que não se demite.