sicnot

Perfil

Desporto

Regime sírio reconquista último bastião rebelde na província de Lataquia

​As forças do regime sírio retomaram hoje a localidade de Rabia, o último bastião rebelde estratégico na província costeira de Lataquia (oeste), anunciou a televisão estatal.

© Bassam Khabieh / Reuters

Citando uma fonte militar, a televisão indicou que "as forças armadas (do regime), em coordenação com as tropas de defesa popular (milícias pró-regime), tomaram o controlo da localidade de Rabia".

Rabia está nas mãos da oposição desde 2012, controlada por grupos rebeldes, entre os quais a Frente Al-Nosra, o braço sírio da Al-Qaida.

O Observatório Sírio dos Direitos do Homem (OSDH) reportou igualmente esta informação.

"Ao longo de 48 horas, as forças do regime cercaram a cidade a partir do sul, oeste e norte, tomando 20 aldeias ao redor", disse à AFP o diretor do OSDH, Rami Abdel Rahman, acrescentando que altos funcionários militares russos dirigiram a batalha de Rabia, desempenhando um papel essencial.

Com a tomada de Rabia, as tropas governamentais cortaram as rotas de abastecimento dos rebeldes a partir da fronteira turca com o norte da Síria, disse Abdel Rahman.

A 12 de janeiro, as forças do regime conseguiram assumir o controle de Salma, localidade estratégica também na província de Lataquia, depois de meses de luta contra os rebeldes, que a haviam conquistado em 2012.

A região costeira de Lataquia é um reduto do regime e local de nascimento da família do presidente Bachar al-Assad.

Lusa

  • Prisão preventiva para homicida de Barcelos
    1:43

    País

    O alegado homicida de Barcelos vai ficar em prisão preventiva, por quatro crimes de homicídio. Adelino Briote foi ouvido este sábado de manhã no Tribunal de Braga, depois de na sexta-feira ter alegadamente degolado quatro pessoas na freguesia de Tamel, em Barcelos.

  • Homem suspeito de matar a mulher em Esmoriz

    País

    Um homem é suspeito de ter esfaqueado este sábado mortalmente a mulher em Esmoriz, concelho de Ovar, num contexto de violência doméstica, disse à agência Lusa fonte da Guarda Nacional Republicana (GNR).

  • Morte de portuguesa no Luxemburgo afinal não aconteceu

    País

    A morte de uma portuguesa em Bettembourg, no sul do Luxemburgo, não terá acontecido. O Jornal do Luxemburgo avançou, esta manhã, que a emigrante portuguesa tinha sido baleada mortamente pelo filho, uma informação entretanto desmentida por outro jornal online. Segundo o Bom Dia Luxemburgo, o que aconteceu foi afinal uma rusga policial.

  • Estamos quase na hora de verão

    País

    Esta madrugada muda a hora. Quando for 1h00, os relógios adiantam para as 2h00. Será uma noite com menos tempo de sono, mas os dias vão ficar mais longos com o chamado horário de verão.

  • Hora do Planeta, apagam-se as luzes para despertar consciências
    2:19
  • Milhares nas cerimónias fúnebres de dirigente do Hamas

    Mundo

    Milhares de palestinianos participaram nas cerimónias fúnebres de um dirigente do Hamas, assassinado esta sexta-feira, na Faixa de Gaza. Vários homens armados acompanharam o cortejo fúnebre até à mesquita, onde se fizeram as últimas orações.