sicnot

Perfil

Desporto

Regime sírio reconquista último bastião rebelde na província de Lataquia

​As forças do regime sírio retomaram hoje a localidade de Rabia, o último bastião rebelde estratégico na província costeira de Lataquia (oeste), anunciou a televisão estatal.

© Bassam Khabieh / Reuters

Citando uma fonte militar, a televisão indicou que "as forças armadas (do regime), em coordenação com as tropas de defesa popular (milícias pró-regime), tomaram o controlo da localidade de Rabia".

Rabia está nas mãos da oposição desde 2012, controlada por grupos rebeldes, entre os quais a Frente Al-Nosra, o braço sírio da Al-Qaida.

O Observatório Sírio dos Direitos do Homem (OSDH) reportou igualmente esta informação.

"Ao longo de 48 horas, as forças do regime cercaram a cidade a partir do sul, oeste e norte, tomando 20 aldeias ao redor", disse à AFP o diretor do OSDH, Rami Abdel Rahman, acrescentando que altos funcionários militares russos dirigiram a batalha de Rabia, desempenhando um papel essencial.

Com a tomada de Rabia, as tropas governamentais cortaram as rotas de abastecimento dos rebeldes a partir da fronteira turca com o norte da Síria, disse Abdel Rahman.

A 12 de janeiro, as forças do regime conseguiram assumir o controle de Salma, localidade estratégica também na província de Lataquia, depois de meses de luta contra os rebeldes, que a haviam conquistado em 2012.

A região costeira de Lataquia é um reduto do regime e local de nascimento da família do presidente Bachar al-Assad.

Lusa

  • A morte das sondagens foi ligeiramente exagerada

    Opinião

    Um atentado sem efeitos eleitorais, sondagens que acertaram em praticamente tudo, inexistência do chamado eleitorado envergonhado. E um candidato que se situa no centro político com fortíssimas hipóteses de vencer a segunda volta. As presidenciais francesas tiveram uma chuva de acontecimentos anormais, mas acabam por ser um choque de normalidade. Pelo menos até agora...

    Ricardo Costa

  • Fuga de Vale de Judeus em junho de 1975 no Perdidos e Achados
    0:36

    Perdidos e Achados

    Prisão Vale de Judeus, final de tarde de domingo, dia 29 de junho de 1975. O plano da fuga terá sido desenhado por uma vintena de homens. Serrada a presiana metálica era preciso passar, para fora do edifício, as cabeceiras dos beliches onde os presos dormiam. Ao longo de cerca de uma hora 89 detidos, agentes da PIDE/DGS, a Polícia Internacional e de Defesa do Estado português extinta depois da revolução de 1974, fogem do estabelecimento prisional.

    Hoje no Jornal da Noite

  • Pj ainda não fez detenções relacionadas com atropelamento de adepto italiano
    1:52

    Desporto

    As autoridades policiais confirmaram à SIC que o atropelamento que fez este sábado uma vítima mortal, junto ao Estádio da Luz, não terá sido acidental. A Policia Judiciária já saberá quem foi o autor do atropelamento. O homem faria parte do grupo de adeptos do Benfica, que se envolveram em confrontos com adeptos do Sporting.