sicnot

Perfil

Desporto

Abel Xavier aposta em levar Moçambique à CAN

Abel Xavier vai ser treinador da seleção de Moçambique até 2018 e vai trabalhar movido pelo desejo de melhorar o futebol do país e qualificá-lo para a Taça das Nações Africanas (CAN).

O técnico considera que Moçambique tem "matéria-prima, jogadores de muita qualidade" e potencial para levar o país à Taça das Nações Africanas. (Arquivo)

O técnico considera que Moçambique tem "matéria-prima, jogadores de muita qualidade" e potencial para levar o país à Taça das Nações Africanas. (Arquivo)

LUSA

"Confirmo que sou treinador da seleção principal de Moçambique e também sub-23. Um contrato com duração de dois anos. Quero criar uma dinâmica diferente, com rigor e disciplina", resumiu, em declarações à Lusa.

O técnico considera que Moçambique tem "matéria-prima, jogadores de muita qualidade" e potencial para levar o país à Taça das Nações Africanas, uma vez que o Mundial2018 já não é possível, face ao afastamento em eliminatória com o Gabão.

"Tenho seguido a seleção. Existe matéria-prima, muita qualidade. Dão garantias. Os objetivos competitivos passam por mudar o modelo de jogo, criar uma estrutura diferente. Lutar pelos objetivos competitivos que permanecem intactos. Temos ainda esperanças de entrada direta para a CAN e obviamente vamos trabalhar nesse sentido", vincou.

Abel Xavier assume que gostava de mudar a filosofia dos 'mambas', "nomeadamente criar um modelo, uma entidade própria", porque entende que "jogar pela seleção deve ser para as pessoas privilegiadas, competentes, para os jogadores que sentem o peso de representar o país".

O treinador nascido há 43 anos em Nampula destaca ainda o "orgulho" de representar a seleção do seu país-natal, pois considera que "as questões sentimentais também são importantes no vínculo a um projeto".

Agora é tempo de "fazer um levantamento a todas as condições e recursos existentes" antes de poder implementar a sua "metodologia".

Abel Xavier espera poder desenvolver uma relação estreita com a Federação Portuguesa de Futebol, bem como com os restantes treinadores em Portugal, já que boa parte dos internacionais moçambicanos evoluem nos campeonatos lusos.

Abel Xavier começou a carreira no Estrela da Amadora, passando depois pelo Benfica antes de rumar a vários campeonatos em clubes como o Liverpool, Roma, PSV ou Galatasaray, terminando em 2008 nos Los Angeles Galaxy, dos Estados Unidos.

Principiou a carreira de treinador em 2013 no Olhanense e passou pelo Farense e Desportivo das Aves.

Lusa

  • "Quem faz isto sabe estudar os dias e o vento para arder o máximo possível"
    4:15
  • O balanço trágico dos incêndios do fim de semana
    0:51

    País

    Mais de 500 mil hectares de área ardida, 42 vítimas mortais, 71 de feridos, dezenas de casas e empresas destruídas. É este o balanço de mais um fim de semana trágico para Portugal a nível de incêndios florestais.

  • 2017: o ano em que mais território português ardeu
    1:41

    País

    Desde janeiro, houve mais área ardida do que em qualquer outro ano na história registada de incêndios florestais. Segundo dados provisórios do Sistema Europeu de Informação sobre Fogos Florestais, mais de 519 mil hectares foram consumidos pelas chamas até 17 de outubro, o que representa quase 6% de toda a área de Portugal. 

  • "Viverei com o peso na consciência até ao último dia"
    3:00
  • O que resta de Tondela depois dos incêndios
    1:07

    País

    O concelho de Tondela é agora um mar de cinzas, imagens recolhidas pela SIC com um drone mostram bem a dimensão do que foi destruído pelos incêndios. Perto 100 habitações principais ou secundárias, barracões, oficinas e stands arderam. 

  • Moradores reuniram esforços para salvar idosos das chamas em Pardieiros
    2:50

    País

    O incêndio de domingo em Nelas fez uma vítima mortal: um homem de 50 anos, de Caldas da Felgueira, que regressava de uma aldeia vizinha, onde tinha ido ajudar a combater as chamas. Em Pardieiros, no concelho de Carregal do Sal, várias casas arderam e uma jovem sofreu queimaduras ao fugir do incêndio. Durante o incêndio, pessoas reuniram esforços para salvar a povoação.

  • Cinco unidades fabris em Tondela destruídas pelas chamas
    3:06

    País

    As contas finais dos prejuízos na zona industrial de Tondela ainda não são definitivas, mas há cinco unidades fabris que foram atingidas pelas chamas. O aterro sanitário do Planalto Beirão foi também atingido pelo fogo que atravessou Tondela, onde ardeu o equivalente a 20 anos de resíduos orgânicos.

  • As lágrimas do primeiro-ministro do Canadá

    Mundo

    O primeiro-ministro da Canadá, Justin Trudeau, emocionou-se esta quarta-feira ao falar de um artista que morreu depois de perder uma luta contra o cancro. Gord Downie, vocalista da banda de rock canadiana "The Tragically Hip", faleceu esta terça-feira, aos 53 anos, vítima de um tumor cerebral.