sicnot

Perfil

Desporto

FIFA confirma cinco candidaturas à presidência

Galeria de fotos

A FIFA confirmou hoje que as eleições à sucessão do suíço Joseph Blatter na presidência do organismo que tutela o futebol mundial, a decorrer a 26 de fevereiro, em Zurique, terão cinco candidatos.

Príncipe Ali Bin Al Hussein

Príncipe Ali Bin Al Hussein

© Muhammad Hamed / Reuters

Sheik Salman bin Khalifa al Ebrahim

Sheik Salman bin Khalifa al Ebrahim

Reuters

Gianni Infantino

Gianni Infantino

© Denis Balibouse / Reuters

Tokyo Sexwale

Tokyo Sexwale

© Mohamad Torokman / Reuters

Jerome Champagne

Jerome Champagne

© Arnd Wiegmann / Reuters

A comissão eleitoral da FIFA confirmou que as candidaturas do príncipe Ali Bin Al Hussein, do 'sheik' Salman bin Khalifa al Ebrahim, de Gianni Infantino, de Tokyo Sexwale e de Jerome Champagne foram admitidas para a campanha final.

A votação para a sucessão do suíço Joseph Blatter, afastado na sequencia dos escândalos financeiros e dos casos de corrupção que abalaram a estrutura da FIFA no último ano, decorrerá a 26 de fevereiro, em Zurique, na Suíça.

"O Comité Eleitoral admitiu formalmente e declara todos os candidatos elegíveis às eleições para a presidência da FIFA no congresso extraordinário a realizar no próximo mês", refere o organismo num comunicado enviado aos 209 membros.

  • A Verdade sobre a Mentira
    35:13
  • Elemento dos Super Dragões com medida de coação mais gravosa
    1:37

    Desporto

    Os seis arguidos da Operação Jogo Duplo, que investiga crimes de corrupção e viciação de resultados na II Liga de futebol, saíram em liberdade. A medida de coação mais gravosa é para um membro da claque Super Dragões, que terá de pagar uma caução de 5 mil euros.

  • "A Venezuela sofreu um Madurazo"
    0:32
  • "Leiam os meus lábios. Não!"
    0:12

    Mundo

    Vladimir Putin participou esta quinta-feira numa conferência, no Ártico. Questionado sobre se a Rússia tinha interferido nas últimas eleições dos Estados Unidos da América, o Presidente voltou a negar qualquer interferência, com uma frase que pensava pertencer a Ronald Reagan, mas que na verdade foi proferida por George Bush.

  • A provocação de Juncker a Trump
    0:40

    Mundo

    Jean-Claude Juncker lançou esta quinta-feira uma provocação a Donald Trump. No último dia do congresso do PPE, o presidente da Comissão Europeia disse que, se Trump incentivar outros países a sair da União Europeia, ele próprio vai apoiar a independência do Ohio e do Texas