sicnot

Perfil

Desporto

Panathinaikos coloca balões no lugar de adeptos em bancada interdita

O Panathinaikos decidiu esta quarta-feira colocar centenas de balões verdes e brancos no lugar dos adeptos que supostamente deviam encher uma das bancadas do seu estádio, interdita até ao fim da época por mau comportamento dos seus adeptos.

Em causa estão as sanções pela violência verificada no dérbi com o Olympiakos, treinado por Marco Silva, a 21 de novembro, quando os adeptos do Panathinaikos se envolveram em confrontos com a polícia dentro e fora do estádio, levando à anulação do desafio, mesmo antes de principiar.

Em causa estão as sanções pela violência verificada no dérbi com o Olympiakos, treinado por Marco Silva, a 21 de novembro, quando os adeptos do Panathinaikos se envolveram em confrontos com a polícia dentro e fora do estádio, levando à anulação do desafio, mesmo antes de principiar.

© Kostas Tsironis / Reuters

No desafio da Taça da Grécia, frente ao modesto Atromitos, o clube ateniense, onde joga o português Zeca, protestou contra a sanção do Ministério do Desporto de fechar as portas 13 e 14, onde se situam os adeptos mais problemáticos.

Em causa estão as sanções pela violência verificada no dérbi com o Olympiakos, treinado por Marco Silva, a 21 de novembro, quando os adeptos do Panathinaikos se envolveram em confrontos com a polícia dentro e fora do estádio, levando à anulação do desafio, mesmo antes de principiar.

A equipa visitante ficou retida três horas no estádio Apostolos Nikolaidis.

Catorze adeptos foram detidos nos incidentes que feriram três polícias, um deles em estado grave. Os prevaricadores arremessaram pedras e material pirotécnico, com as autoridades a responder com gás lacrimogénio.

O Panathinaikos viu o seu estádio interdito por quatro desafios e foi multado em 280.000 euros, além de lhe terem sido subtraídos três pontos.

Atualmente, cumpridas 19 jornadas, o Panathinaikos é terceiro do campeonato, com 35 pontos, a 20 do rival Olympiakos.

O vice-presidente do Olympiakos Savvas Theodoridis contou que o avançado islandês Alfred Finnbogason ficou com a mão queimada e que o médio sérvio Luka Milivojevic também foi atingido por material pirotécnico.

O Panathinaikos é um dos grandes clubes da Grécia, tendo ganho 20 campeonatos e 18 taças.

Lusa

  • Oliveira Costa "era incompetente para todos os lugares em que eu o vi"
    3:12
    Quadratura do Círculo

    Quadratura do Círculo

    QUINTA-FEIRA 23:00

    O caso BPN esteve em destaque no programa Quadratura do Circulo desta quinta-feira. Pacheco Pereira relembrou que os maiores prejuízos são posteriores à nacionalização e responsabiliza José Sócrates. O Jorge Coelho disse que se fez justiça e que é uma prova que o Estado de direito português está a funcionar. Lobo Xavier garantiu também que Oliveira Costa era incompetente por natureza.

  • "O Brasil não parou e não vai parar"
    1:33

    Mundo

    O Presidente do Brasil diz ter condições para continuar à frente do Palácio do Planalto. Num vídeo publicado no Twitter, Michel Temer garante que o país não parou, nem vai parar, mas há uma nova gravação que pode comprometer o futuro do chefe de Estado.

  • Trump empurra líder do Montenegro para ficar à frente na fotografia

    Mundo

    A reunião de líderes dos Estados-membros da NATO, que decorreu esta quinta-feira em Bruxelas, na Bélgica, ficou marcada por um momento insólito em que o Presidente norte-americano não quis abdicar de ficar no melhor plano possível nas fotografias de grupo. Nem que para isso tenha sido necessário empurar o líder de outro país.

  • O humor de John Kerry nas críticas a Trump
    0:40

    Mundo

    John Kerry criticou as ligações de Donald Trump com a Rússia durante um discurso de abertura, na Universidade de Harvard. O ex-secretário de Estado norte-americano disse, em tom de brincadeira, que se os jovens querem vingar na política, devem primeiro aprender a falar russo.

  • O papel da religião no quotidiano
    24:57
  • Marcelo na peregrinação de Nossa Senhora de Fátima no Luxemburgo

    Mundo

    O Presidente da República participou esta quinta-feira, a título privado, na peregrinação em honra de Nossa Senhora de Fátima, na cidade luxemburguesa de Wiltz. Milhares de portugueses receberam Marcelo Rebelo de Sousa, que assistiu à missa e, durante alguns minutos, participou na procissão.