sicnot

Perfil

Desporto

Antigo basquetebolista Shaquille O'Neal vai ter estátua em Los Angeles

O antigo basquetebolista Shaquille O'Neal vai ser homenageado pelos Los Angeles Lakers com a construção de uma estátua junto ao recinto desportivo da equipa norte-americana, anunciou o clube.

Shaquille O'Neal chegou aos Lakers em 1996, após ter começado a sua carreira nos Orlando Magic, e conquistou os títulos da NBA de 2000 a 2002, tendo sido considerado o jogador mais valioso da prova logo na sua primeira época em Los Angeles.

Shaquille O'Neal chegou aos Lakers em 1996, após ter começado a sua carreira nos Orlando Magic, e conquistou os títulos da NBA de 2000 a 2002, tendo sido considerado o jogador mais valioso da prova logo na sua primeira época em Los Angeles.

© USA Today Sports / Reuters

'Shaq' junta-se, assim, a outras personalidades da modalidade que levaram os Lakers aos momentos mais altos do seu historial, como Jerry West, Kareem Abdul-Jabbar e Earvin 'Magic' Johnson.

A estátua ficará perto das de Wayne Gretzky (hóquei no gelo), Oscar De La Hoya (boxe), bem no centro de Los Angeles.

Shaquille O'Neal chegou aos Lakers em 1996, após ter começado a sua carreira nos Orlando Magic, e conquistou os títulos da NBA de 2000 a 2002, tendo sido considerado o jogador mais valioso da prova logo na sua primeira época em Los Angeles.

Lusa

  • Videoamador mostra grupo a atar tocha a um touro
    1:33
  • PJ investiga forma como o FC Porto obteve os e-mails
    1:58

    Desporto

    Enquanto o campeonato português de futebol está de férias do relvado, nos bastidores continua uma guerra aberta por causa dos e-mails. O FC Porto entregou à Polícia Judiciária toda a documentação disponível do chamado caso dos e-mails, que envolve o Benfica num alegado esquema de corrupção. O pedido foi feito pela Unidade Nacional de Combate à Corrupção da PJ. A forma como o FC Porto obteve os e-mails também está a ser investigada pela Polícia Judiciária.

  • Manifestantes bloquearam Caracas

    Mundo

    Milhares de pessoas bloquearam esta sexta-feira as ruas de Caracas e de outras cidades, em protesto contra a repressão e o assassinato de manifestantes pelas forças de segurança.