sicnot

Perfil

Desporto

Jogador inglês que falhou penálti decisivo no Euro 2004 retira-se do futebol

Darius Vassell, internacional inglês a quem o guarda-redes Ricardo se opôs com sucesso, sem luvas, num penálti decisivo no Euro2004, retirou-se do futebol, apesar de estar sem competir profissionalmente desde 2011/12.

A carreira de Vassel, agora com 35 anos de idade, não ficou marcada pela defesa 'heróica' (para os portugueses) do ex-guarda-redes do Boavista e Sporting, mas sim pelos inúmeros golos que marcou ao serviço do Aston Villa, Manchester City e Leicester, com breve passagem pelo turcos do Ankaragucu.

A carreira de Vassel, agora com 35 anos de idade, não ficou marcada pela defesa 'heróica' (para os portugueses) do ex-guarda-redes do Boavista e Sporting, mas sim pelos inúmeros golos que marcou ao serviço do Aston Villa, Manchester City e Leicester, com breve passagem pelo turcos do Ankaragucu.

© Darren Staples / Reuters

A carreira de Vassel, agora com 35 anos de idade, não ficou marcada pela defesa 'heróica' (para os portugueses) do ex-guarda-redes do Boavista e Sporting, mas sim pelos inúmeros golos que marcou ao serviço do Aston Villa, Manchester City e Leicester, com breve passagem pelo turcos do Ankaragucu.

Foi 22 vezes internacional pela Inglaterra, marcando seis golos pela seleção, tendo passado antes pelos seus escalões juniores.

Marcou 39 golos no seu último ano antes de se estrear como sénior (Agosto de 1998) do Aston Villa, emblema que representou até 2005, assinando 35 golos.

A esse somou 17 no Manchester City (2005 a 2009), quatro no Ankaragucu (2009 a 2010) e seis no Leicester (2010 a 2012), onde chegou pela 'mão' de Sven-Goran Eriksson, antigo treinador do Benfica.

No dia em que foi conhecida a sua decisão, o Aston Villa e o Manchester City 'twitaram' em sua homenagem, desejando-lhe "uma feliz reforma", enquanto a Liga inglesa recordava que foi o jogador que apontou mais golos em jogos que resultaram em vitórias: 46, no total.

Lusa

  • Bataglia deixou passar 12 milhões pela sua conta a pedido de Salgado
    2:05

    Operação Marquês

    O presidente da Escom e arguido na Operação Marquês Helder Bataglia terá admitido que Ricardo Salgado utilizou uma conta bancária do empresário, na Suíça, para passar 12 milhões de euros a Carlos Santos Silva, amigo de José Sócrates. O amigo de Sócrates e Bataglia terão combinado várias formas de não levantar suspeitas. A notícia é avançada pelo jornal Expresso na edição deste sábado.

  • Dirigente derrotado da Gâmbia concorda em ceder poder

    Mundo

    O ex-presidente e candidato derrotado das eleições na Gâmbia, Yahya Jammeh, concordou em ceder o poder ao novo Presidente do país, empossado na quinta-feira, indicou esta sexta-feira um responsável governamental senegalês.

  • Cantora brasileira conhecida pela "Lambada" terá sido assassinada
    1:25

    Mundo

    Terá sido assassinada a cantora brasileira conhecida em Portugal pela "lambada", um ritmo que marcou o fim dos anos 90. Foi encontrada carbonizada dentro do próprio carro depois de assaltada em casa. Três suspeitos suspeitos do homicídio da cantora Loalwa Braz foram já detidos.