sicnot

Perfil

Desporto

Belenenses contrata internacional colombiano Abel Aguilar

O médio internacional colombiano Abel Aguilar foi esta segunda-feira oficializado como reforço do Belenenses, tendo assinado até final da época com o clube da I Liga portuguesa de futebol.

O experiente médio, que contabiliza 57 internacionalizações pela seleção da Colômbia e que representou clubes como Deportivo de Cali, Udinese, de Itália, e Saragoça e Deportivo da Corunha, em Espanha, é o sexto reforço do Belenenses neste 'mercado' de inverno, juntando-se a Rafael Amorim, Tiago Almeida, Juanto Ortuño, Bakic e Lucas Pugh.

O experiente médio, que contabiliza 57 internacionalizações pela seleção da Colômbia e que representou clubes como Deportivo de Cali, Udinese, de Itália, e Saragoça e Deportivo da Corunha, em Espanha, é o sexto reforço do Belenenses neste 'mercado' de inverno, juntando-se a Rafael Amorim, Tiago Almeida, Juanto Ortuño, Bakic e Lucas Pugh.

© Ueslei Marcelino / Reuters

Aguilar, de 31 anos, chega ao Restelo proveniente do Toulouse, onde estava desde 2013, sendo que esta época não realizou qualquer partida pela primeira equipa, após ter sido relegado para as reservas no final da temporada passada.

Na altura, o internacional 'cafetero' foi o porta-voz do desagrado do plantel principal, que reclamava cinco meses de salários em atraso, e acabou por ser afastado pela direção do clube gaulês.

O experiente médio, que contabiliza 57 internacionalizações pela seleção da Colômbia e que representou clubes como Deportivo de Cali, Udinese, de Itália, e Saragoça e Deportivo da Corunha, em Espanha, é o sexto reforço do Belenenses neste 'mercado' de inverno, juntando-se a Rafael Amorim, Tiago Almeida, Juanto Ortuño, Bakic e Lucas Pugh.

Lusa

  • Três letras de Zeca Afonso

    Cultura

    No dia em que se assinalam 30 anos da morte de Zeca Afonso, Raquel Marinho, jornalista da SIC e divulgadora de poesia portuguesa contemporânea, escolhe três letras do cantor e autor para dizer, em forma de homenagem.

    Raquel Marinho

  • Cunhado do Rei de Espanha em liberdade sem caução

    Mundo

    Inaki Urdangarin vai mesmo aguardar o desenrolar do recurso em liberdade na Suíça, onde o marido da Infanta Cristina tem residência oficial e onde terá de se apresentar às autoridades uma vez por mês, para além de estar obrigado a comunicar qualquer deslocação fora da Europa. De fora fica ainda o pagamento da caução de 200 mil euros pedida pelo Ministério Público espanhol.