sicnot

Perfil

Desporto

Bruno Pais 10º classificado no Ironman 70.3 do Panamá

O olímpico português Bruno Pais foi esta segunda-feira 10º classificado no Ironman 70.3, prova de triatlo longo que se realizou na Cidade do Panamá.

(Arquivo)

(Arquivo)

Andy King / AP

"Nunca tinha competido a este nível nesta altura do ano. Estou contente com o meu desempenho e com as sensações que tive. O calor e a humidade causaram-me muito desgaste, mas foi uma boa forma de começar a época. Foi a primeira prova oficial do triatlo do Estoril-Praia e isso também me deixa muito orgulhoso", disse o atleta dos 'canarinhos'.

O triatleta do Estoril-Praia cumpriu os 1,9 quilómetros de natação, 90 de ciclismo e 21 de corrida em 03:49.00, a 10.08 minutos do canadiano Lionel Sanders, que bateu o francês Antony Costes por 3.01 e o australiano Tim Reed por 4.16.

Lusa

  • Menino perdido na Praia da Luz foi levado à GNR por turista
    1:11

    País

    Um menino inglês, de sete anos, esteve desaparecido na quinta-feira na Praia da Luz, no Algarve, depois de se ter perdido dos pais. A GNR colocou duas equipas de investigação no local, mas ao fim de uma hora e meia o rapaz apareceu na esquadra de Lagos acompanhado por um turista a quem terá pedido ajuda.

  • Mais viagens mas menos turistas de Portugal
    1:22

    País

    Os residentes em Portugal - sejam portugueses ou estrangeiros - realizaram quatro milhões de viagens turísticas, só no primeiro trimestre do ano. Um aumento de mais de 6% nas viagens dentro do país face ao período homólogo e de mais de 15% nas viagens para fora, de avião. O estudo é do INE, o Instituto Nacional de Estatística, que permite fazer o retrato mais claro de quem viaja e porquê.

  • Algarve sozinho gera metade dos bens transacionáveis em Portugal
    4:14

    SIC 25 Anos

    O Algarve quase não tem indústria e os especialistas consideram que é excessivamente dependente do turismo. Ainda assim, sozinho contribui com metade do que Portugal gera em bens transacionáveis. A região tem problemas graves, como a falta de médicos e um custo de vida muito alto, mas continua a atrair a maior parte dos turistas e muitos estrangeiros decidem mesmo escolher a região para viver.