sicnot

Perfil

Desporto

Russo de 16 anos entra na Fórmula 1 como piloto de testes

O russo Nikita Mazepin, de 16 anos, assinou como piloto de testes da equipa de Fórmula 1 da Force India, na qual terá a tarefa de acompanhar o mexicano Alfonso Celis, informou hoje a escuderia.

reuters

Proveniente da Fórmula Renault, o jovem piloto alternará as suas funções na Force India, entre sessões com o simulador e trabalho nas pistas, nas quais continuará a competir no campeonato de Fórmula 3.

"Sou muito jovem e tenho muito para aprender, por isso o projeto e a experiência na Force India é muito importante para mim", frisou o piloto russo, cujo objetivo de carreira passa pela competição ao mais alto nível, a Fórmula 1.

Mazepin considera que este passo o "aproxima um pouco mais desse objetivo".

O piloto foi segundo classificado no Mundial de karting CIK da Federação Internacional do Automóvel (FIA), em 2014, e no último ano integrou a Fórmula Renault 2.0, competição em que acabou em 12.º e subiu uma vez ao pódio.

"Temos uma longa trajetória na identificação e treino de jovens talentos. É muito claro que Nikita já é um piloto muito capaz", justificou Vijay Mallya, o diretor-executivo da Force India.

  • Todos os distritos sob Aviso Amarelo devido ao frio

    País

    O Instituto Português do Mar e da Atmosfera colocou Portugal continental sob Aviso Amarelo na quarta e na quinta-feira. Os termómetros vão estar abaixo de zero em todo o território, à exceção dos distritos de Lisboa, Porto e Faro.

  • Motim em prisão brasileira fez pelo menos 30 mortos
    1:09

    Mundo

    Um novo motim numa prisão brasileira fez pelo menos 30 mortos. A prisão, que é a maior do Estado do Rio Grande do Norte, tem capacidade para 600 reclusos mas acolhe quase o dobro. Após o motim de 14 horas, a polícia já tem o controlo total da prisão.

  • Aqui também se vive
    16:07
  • Austrália condena Japão por caça de baleias no Oceano Antártico

    Mundo

    O Governo da Austrália condenou hoje o Japão por retomar a caça de baleias no Oceano Antártico, após a divulgação de imagens de um cetáceo morto a bordo de um barco japonês que se encontrava em águas protegidas.O ministro do Ambiente, Josh Frydenberg, manifestou "profunda deceção", um dia depois de a organização Sea Shepherd divulgar fotografias e vídeos de uma baleia minke no barco japonês Nisshin Maru.