sicnot

Perfil

Desporto

Bruno de Carvalho elogia Montero, Tanaka e Marcelo Boeck

O presidente do Sporting, Bruno de Carvalho, despediu-se hoje com elogios de três futebolistas que deixaram o clube no mercado de janeiro, caso dos avançados Montero e Tanaka e do guarda-redes Marcelo Boeck.

O presidente do Sporting incorre agora num processo disciplinar ao abrigo do artigo do regulamento disciplinar que diz respeito à Lesão da Honra e reputação dos agentes desportivos. (Arquivo)

O presidente do Sporting incorre agora num processo disciplinar ao abrigo do artigo do regulamento disciplinar que diz respeito à Lesão da Honra e reputação dos agentes desportivos. (Arquivo)

Lusa

Reconhecendo que foram três jogadores que o "marcaram de forma especial", o presidente leonino salientou, na sua página no Facebook, que o avançado colombiano, que saiu para os chineses do Tianjin Teda, lhe "encheu as medidas como atleta e pessoa", assegurando que as portas do Sporting "estão sempre abertas para o seu regresso".

Quanto a Tanaka, que foi emprestado para os japoneses do Kashiwa Reysol até junho de 2017, Bruno de Carvalho destaca o seu empenho e a "forma de ser e estar contagiante", salientando que "voltar a casa era o seu desejo".

"E o terceiro o nosso capitão Boeck. O seu amor pelo Sporting Clube de Portugal, a sua voz dando alento aos seus colegas durante os jogos e a forma vibrante como vivia cada momento vão deixar saudades. Um verdadeiro leão que nunca deixará de fazer parte da nossa alma e do nosso coração", escreveu, dirigindo-se ao guarda-redes, que foi transferido para o Chapecoense.

Na mesma mensagem, Bruno de Carvalho recordou ainda a "paixão e carinho" pelo clube verde e branco de Cédric e Nani, confiando que ambos "um dia voltarão a casa novamente", e de Miguel Lopes.

O líder leonino pediu ainda aos reforços Marvin Zeegelaar, Schelotto, Ruben Semedo, Bruno César, Coates e Barcos se empenhem com "talento, garra, atitude, vontade, trabalho e humildade" na persecução dos objetivos do clube.

Em todas as épocas de transferências as emoções são fortes. Cada atleta que representa, com respeito e...

Posted by Bruno de Carvalho on Tuesday, February 2, 2016

Lusa

  • GNR só teve acesso às imagens das agressões em Alcochete 12 horas depois
    1:42

    Crise no Sporting

    A GNR não pôde visionar as imagens de videovigilância da Academia de Alcochete logo que chegou ao local. O sistema estava inoperacional, o que fez com que as imagens só fossem entregues quase 12 horas depois do ataque à equipa do Sporting. Entre as provas recolhidas, estão também impressões digitais e vestígios de sangue encontrados na zona do balneário.

  • Juiz considera que agressões em Alcochete foram "ato terrorista"
    1:59

    Crise no Sporting

    O juiz que decretou a prisão preventiva dos 23 detidos pelo ataque à Academia do Sporting considera que se tratou de um ato terrorista. Diz mesmo que os agressores tiveram um comportamento chocante e que perverte o espírito desportivo. Sete dos 23 detidos já foram condenados por outros crimes, mas não chegaram a pena de prisão.

  • Gonçalo Guedes: o menino franzino que jogava mais que os outros em Benavente
    8:47
  • A promessa que João Mário vai ter de cumprir se Portugal for campeão
    1:36
  • Aprovadas mudanças no acesso ao ensino superior

    País

    O Governo aprovou esta quinta-feira o decreto-lei que estabelece o currículo dos ensinos básico e secundário, bem como os princípios orientadores da avaliação, voltando a nota de Educação Física a contar para a média de acesso ao ensino superior. No caso dos alunos do ensino profissional, são eliminados requisitos considerados discriminatórios no acesso ao ensino superior.

  • Universidade de Coimbra não retira Honoris Causa a Lula
    3:30
  • Estudo acaba com teorias da conspiração sobre a morte de Hitler

    Mundo

    Existem algumas versões sobre o desaparecimento do ditador nazi, Adolf Hitler. Há quem diga que viajou para um país da América do Sul, outros acreditam que está escondido na Antártida e há até quem vá mais longe e acredita que estaria na Lua. Mas, teorias da conspiração à parte, a história oficial diz que Hitler suicidou-se num bunker, em Berlim, Alemanha.

    SIC