sicnot

Perfil

Desporto

Bruno de Carvalho elogia Montero, Tanaka e Marcelo Boeck

O presidente do Sporting, Bruno de Carvalho, despediu-se hoje com elogios de três futebolistas que deixaram o clube no mercado de janeiro, caso dos avançados Montero e Tanaka e do guarda-redes Marcelo Boeck.

O presidente do Sporting incorre agora num processo disciplinar ao abrigo do artigo do regulamento disciplinar que diz respeito à Lesão da Honra e reputação dos agentes desportivos. (Arquivo)

O presidente do Sporting incorre agora num processo disciplinar ao abrigo do artigo do regulamento disciplinar que diz respeito à Lesão da Honra e reputação dos agentes desportivos. (Arquivo)

Lusa

Reconhecendo que foram três jogadores que o "marcaram de forma especial", o presidente leonino salientou, na sua página no Facebook, que o avançado colombiano, que saiu para os chineses do Tianjin Teda, lhe "encheu as medidas como atleta e pessoa", assegurando que as portas do Sporting "estão sempre abertas para o seu regresso".

Quanto a Tanaka, que foi emprestado para os japoneses do Kashiwa Reysol até junho de 2017, Bruno de Carvalho destaca o seu empenho e a "forma de ser e estar contagiante", salientando que "voltar a casa era o seu desejo".

"E o terceiro o nosso capitão Boeck. O seu amor pelo Sporting Clube de Portugal, a sua voz dando alento aos seus colegas durante os jogos e a forma vibrante como vivia cada momento vão deixar saudades. Um verdadeiro leão que nunca deixará de fazer parte da nossa alma e do nosso coração", escreveu, dirigindo-se ao guarda-redes, que foi transferido para o Chapecoense.

Na mesma mensagem, Bruno de Carvalho recordou ainda a "paixão e carinho" pelo clube verde e branco de Cédric e Nani, confiando que ambos "um dia voltarão a casa novamente", e de Miguel Lopes.

O líder leonino pediu ainda aos reforços Marvin Zeegelaar, Schelotto, Ruben Semedo, Bruno César, Coates e Barcos se empenhem com "talento, garra, atitude, vontade, trabalho e humildade" na persecução dos objetivos do clube.

Em todas as épocas de transferências as emoções são fortes. Cada atleta que representa, com respeito e...

Posted by Bruno de Carvalho on Tuesday, February 2, 2016

Lusa

  • "A Minha Outra Pátria": o drama da Venezuela no Jornal da Noite
    2:12

    Reportagem Especial

    Quase cinco mil emigrantes regressaram à Madeira nos últimos meses por causa da crise económica, social e política na Venezuela. Os pedidos de ajuda ao Governo Regional dispararam. Muitos luso-venezuelanos voltaram às origens com pouco mais do que a roupa do corpo. "A Minha Outra Pátria" é a Reportagem Especial de hoje.

  • Fogo na Sertã alastrou aos concelhos de Mação e Proença-a-Nova
    2:37

    País

    Mais de 700 bombeiros combatem o incêndio que começou este domingo na Sertã e, durante a noite foi empurrado pelo vento para outros dois concelhos. As chamas atingiram as zonas de Mação e de Proença-a-Nova, onde os habitantes dizem que há várias casas destruídas pelo fogo. Esta manhã, chegaram dois aviões espanhóis para ajudar a controlar as chamas.

  • Milhares de clientes da CGD vão pagar quase 5€/ mês por comissões de conta
    1:24
  • Governo reconhece seca severa no continente desde 30 de junho

    País

    O Governo reconheceu, hoje, a existência de uma situação de seca severa no território continental, desde 30 de junho, que consubstancia um fenómeno climático adverso, com repercussões negativas na atividade agrícola, em despacho publicado hoje em Diário da República.

  • Pelo menos cinco feridos em ataque na cidade suíça de Schaffhausen

    Mundo

    Pelo menos cinco pessoas ficaram hoje feridas na sequência de um ataque, na cidade suíça de Schaffhausen. De acordo com as autoridades, as vítimas foram atacadas por um homem armado com uma motosserra, que está a ser procurado pela polícia. As autoridades descartaram a hipótese de "ato terrorista".

  • Oposição pressiona Maduro com anúncio de manifestações e greve geral
    1:34
  • Margem mínima de mil votos obriga a negociações intensas em Timor-Leste

    Mundo

    A Fretilin venceu sem maioria absoluta as lesgislativas para o VII Governo constitucional de Timor-Leste. De acordo com os dados oficiais, o partido de Mari Alkatiri obteve perto de 170 mil votos e conquistou 23 deputados. Já o partido de Xanana Gusmão que tinha vencido há cinco anos, ficou em segundo com 167 mil votos e 22 lugares no parlamento, num total de 65.