sicnot

Perfil

Desporto

Leicester vence Liverpool e continua no topo da Liga inglesa

O Leicester, com mais um bis de Vardy, manteve esta terça-feira os três pontos de vantagem na liderança da Liga inglesa de futebol, após bater o Liverpool, por 2-0, numa 24ª jornada em que o Arsenal se atrasou.

Jamie Vardy (E) apontou os dois golos do triunfo dos foxes.

Jamie Vardy (E) apontou os dois golos do triunfo dos foxes.

© Reuters Staff / Reuters

A atuar em casa, os 'foxes' chegaram ao triunfo com remates certeiros do avançado inglês, aos 60 e 71 minutos, que assim reforçou o comando da lista dos melhores marcadores, com 18 golos, num jogo em que o português João Carlos Teixeira entrou nos 'reds', aos 87.

Este resultado mantém o Leicester com três pontos de vantagem sobre o Manchester City, que se isolou no segundo lugar depois de vencer no campo do Sunderland, por 1-0, e de o Arsenal ter ficado a zero (0-0) na receção ao Southampton.

O argentino Aguero, logo aos 16 minutos, marcou o único tento dos 'citizens' perante o antepenúltimo classificado da Premier League.

Em Londres, os 'gunners' não conseguiram ultrapassar a barreira defensiva do Southampton, liderada pelo português José Fonte e com Cedric do lado direito, e deixaram-se igualar pelo Tottenham, eterno rival, que venceu no terreno do Norwich, por 3-0, destaque para um 'bis' de Harry Kane.

Em Old Trafford, o Manchester United venceu o Stoke City, por 3-0, e manteve o quinto lugar, agora a cinco pontos das posições que dão acesso à Liga dos Campeões da próxima temporada. Lingard, aos 14 minutos, o francês Martial, aos 23, e o capitão Wayne Rooney, aos 53, fizeram os golos dos 'red devils'.

Destaque ainda para o triunfo do West Ham na receção ao 'lanterna-vermelha' Aston Villa, por 2-0, um resultado que deixa os londrinos em lugar de acesso às competições europeias.

A ronda termina na quarta-feira, com o Everton-Newcastle e o Watford-Chelsea.

Lusa

  • Presidente do Tondela diz que clube foi humilhado
    1:26

    Desporto

    O presidente do Tondela participou esta segunda-feira na conferência de imprensa após o jogo da 23.ª jornada da I Liga com o Sporting. Gilberto Coimbra criticou o árbitro do encontro João Capela, e diz que o tempo de compensação dado a mais foi por uma falta que não foi assinalada sobre um jogador do Tondela, Bruno Monteiro.

  • Último golo do Sporting ao Tondela "é legal e limpinho" 
    0:41

    Desporto

    Jorge Jesus entende que a vitória desta segunda-feira do Sporting frente ao Tondela não merece contestação e destaca o facto de o árbitro ter avisado os jogadores que iria prolongar o tempo extra. Para o treinador dos leões, o golo no minuto 99' é legal. 

  • Deputados pedem medidas urgentes para travar exploração de urânio junto à fronteira
    3:06

    País

    Um projeto de exploração de urânio no município de Retortilho em Salamanca, a cerca de 40 quilómetros da fronteira portuguesa, está a causar preocupação nos dois países. Portugueses e espanhóis temem o risco de contaminação por via aérea e fluvial. Deputados portugueses visitaram o local, onde pediram medidas firmas e urgentes ao Governo para travar o projeto. As autoridades de Espanha não acionaram o mecanismo de avaliação ambiental partilhada.

  • Mulher enterrada viva no Brasil
    1:13

    Mundo

    Uma mulher de 37 anos terá sido enterrada viva no oeste da Bahia, no Brasil. A certidão de óbito aponta um choque séptico como a causa da morte, mas os ferimentos com que foi encontrada no interior do caixão indicam um possível erro. Os moradores de casas vizinhas do cemitério municipal onde Rosângela dos Santos foi enterrada ouviram gritos vindos do túmulo.

  • "Os Estados Unidos são uma sociedade de pistoleiros"
    3:47
  • Trump desafia Oprah a candidatar-se para ser derrotada

    Mundo

    Apesar de Oprah Winfrey ter excluído uma eventual candidatura às eleições presidenciais dos Estados Unidos da América, Donald Trump ainda não se esqueceu dos rumores e desafiou a apresentadora a candidatar-se em 2020. Através do Twitter, o Presidente norte-americano disse ainda que assim poderia ser "exposta e derrotada como todos os outros".

    SIC