sicnot

Perfil

Desporto

Barcelona esmaga Valência e fica muito perto da final da Taça do Rei

O Barcelona praticamente garantiu esta quarta-feira um lugar na final da Taça do Rei de Espanha em futebol ao golear o Valência por expressivo 7-0 na primeira mão das meias-finais, na qual a humilhação podia ter sido ainda maior.

Suárez (4) e Messi (3) deram forma à goleada blaugrana.

Suárez (4) e Messi (3) deram forma à goleada blaugrana.

© Albert Gea / Reuters

Com 'póquer' de Luis Suárez (7, 12, 83 e 88) e 'hat-trick' de Lionel Messi (29, 59 e 74) desenhou-se o resultado num jogo em que Neymar fez esbarrar um penálti no poste (45+3), minutos depois de a 'pulga' também ter atirado ao ferro.

O pesadelo do Valência começou em perda de bola a meio-campo do português André Gomes (João Cancelo também foi titular e Ruben Vezo entrou após o intervalo), com o brasileiro Neymar a galgar muitos metros e a desmarcar o uruguaio Luis Suárez, que atirou cruzado, ficando a sensação de que o guarda-redes australiano Mathew Ryan podia fazer melhor.

Apenas cinco minutos depois, Vidal cruzou atrasado para a entrada de Suárez, que assim 'bisou' numa primeira parte em que o adversário se limitou a correr atrás da bola, tentando acudir aos buracos que a genialidade dos catalães abria na defesa.

Messi fez o seu primeiro em combinação de Iniesta com o calcanhar de Neymar, sendo também da sua responsabilidade o 4-0, desta vez a aproveitar a 'boleia' do toque habilidoso de Suárez para passear pela defesa e atirar a contar.

A equipa de Luis Enrique serenou o ritmo na etapa complementar, na qual o Valência já jogava com 10 por expulsão do central alemão Mustafi no penalti no fim da etapa inicial, mas nunca perdeu o total controlo do desafio e foi assim que Messi (74) recuperou uma bola na área contrária e atirou para o golo.

O Barcelona continuava a ser avassalador e mais audaz na disputa da boa e, aos 83, Suárez também fez o terceiro, com golo de cabeça, ao segundo poste, a corresponder a cruzamento de Adriano: teve ainda tempo para o quarto tento pessoal em remate sem oposição.

A segunda mão realiza-se a 10 de fevereiro, sendo que na outra meia-final o Sevilha recebe quinta-feira o Celta de Vigo.

Lusa

  • Marcelo lembra como foi tratada a tragédia durante a ditadura
    2:25

    Tragédia em Pedrógão Grande

    Marcelo Rebelo de Sousa não quis comentar diretamente a polémica em torno da lista das vítimas mortais de Pedrógão Grande, mas recorreu às cheias de 1967 para lembrar como as tragédias eram tratadas no tempo da ditadura. O Presidente da República defendeu que não é possível esconder a dimensão de uma tragédia num regime democrático. Há 50 anos, Marcelo Rebelo de Sousa acompanhou de perto a forma como o regime tentou esconder a verdadeira dimensão do incidente.

  • Ministra admite falhas no SIRESP no presente e no passado
    2:35

    País

    A ministra da Administração Interna admitiu, esta quinta-feira, que o SIRESP falha no presente tal como já falhou no passado, quando a tutela pertencia ao Governo PSD. Os sociais-democratas quiserem ouvir Constança Urbano de Sousa na comissão parlamentar mas desta vez a ministra defendeu-se com um ataque. 

  • "Comecei por ajudar uma família que me pediu um plástico para se proteger"
    4:51
  • Míssil lançado do Iémen intercetado perto de Meca

    Mundo

    Um míssil balístico lançado pelos rebeldes xiitas do Iémen foi intercetado, quinta-feira à noite, perto de Meca, na Arábia Saudita, a um mês da peregrinação muçulmana anual do hajj, anunciou a coligação árabe que intervém no Iémen.