sicnot

Perfil

Desporto

Jackson Martínez vai para a China por 42 milhões

O avançado Jackson Martínez deixou o Atlético de Madrid e assinou contrato com o Guangzhou Evergrande, da China, que, segundo a imprensa espanhola, terá aceitado pagar ao clube espanhol 42 milhões de euros pelo futebolista colombiano.

© Rafael Marchante / Reuters

Citando fontes ligadas à negociação, a agência espanhola EFE diz que o anúncio oficial será feito nas próximas horas, após um dia inteiro de conversações, na terça-feira, durante o qual Jackson já não treinou com os companheiros. Em alguns websites circula uma foto de Jackson e do seu agente, o português Jorge Mendes, com dirigentes do clube chinês nas instalações do Atlético de Madrid.

Sem se conseguir afirmar no Atlético, que há seis meses adquiriu o jogador ao FC Porto a troco de 35 milhões de euros, o ponta de lança sul-americano, de 29 anos, terá pedido para sair vai prosseguir a carreira no clube pentacampeão chinês, cuja equipa é treinada pelo brasileiro Luiz Felipe Scolari, ex-selecionador de Portugal.

Jackson disputou 22 jogos oficiais pelo Atlético de Madrid, dos quais 13 como titular, e marcou apenas três golos, o último dos quais a 25 de outubro, levando já 10 encontros sem anotar qualquer tento. Nas duas últimas partidas, frente ao Celta, para a Taça do Rei, e com o Barcelona, para o campeonato espanhol, o técnico Diego Simeone nem o utilizou.

Formado no Independente de Medellin, onde iniciou carreira, Jackson passou pelo Jaguares, do México, antes de ingressar em 2012 no FC Porto, ao serviço do qual teve as suas épocas mais produtivas, sagrando-se por três vezes melhor marcador da I Liga, com 26 golos em 2012/13, 20 em 2013/14 e 21 em 2014/15.

Lusa

  • Mais de 50 detidos pela GNR em 12 horas

    País

    A GNR fez 51 detenções entre as 20:00 de sábado e as 08:00 de hoje, 39 das quais por condução sob efeito do álcool ou sem carta, e três por violência doméstica, segundo um comunicado hoje divulgado.

  • "Um Lugar ao Sol"
    17:05
    Perdidos e Achados

    Perdidos e Achados

    SÁBADO NO JORNAL DA NOITE

    O Perdidos e Achados foi conhecer como eram as férias de outros tempos. Quando o Estado Novo controlava o lazer dos trabalhadores e criava a ilusão de um país exemplar. Na Costa de Caparica, onde é hoje o complexo do INATEL estava instalada a maior colónia de férias do país, chamava-se "Um Lugar ao Sol".

  • Monumentos de 7 mil cidades às escuras por 1 hora
    2:51
  • Trump diz que Obamacare vai "colapsar"

    Mundo

    O Presidente norte-americano tentou desvalorizar a derrota política sofrida na sexta-feira no Congresso, ao desistir da revogação da lei de saúde pública do seu antecessor, conhecida como Obamacare, afirmando que esta vai colapsar por si mesma.