sicnot

Perfil

Desporto

Ricardo Costa vai defender Granada "até à morte"

O defesa-central português Ricardo Costa disse esta quarta-feira que chegou ao Granada, da liga espanhola de futebol, para o defender "até à morte" e que "é fabulosa" a possível estreia já diante do Real Madrid.

O jogador diz sentir-se fisicamente bem, depois de ter disputado três jogos na semana passada, e não afasta a possibilidade de se tornar no líder do Granada, referindo ser parte da sua "pesonalidade" e porque "no futebol há que dar a cara". (Arquivo)

O jogador diz sentir-se fisicamente bem, depois de ter disputado três jogos na semana passada, e não afasta a possibilidade de se tornar no líder do Granada, referindo ser parte da sua "pesonalidade" e porque "no futebol há que dar a cara". (Arquivo)

Paulo Duarte / AP

Ricardo Costa, que foi hoje apresentado pelo Granada, mostrou-se satisfeito por poder voltar a Espanha, depois de ter atuado na última época no futebol grego, que definiu como "menos competitivo".

O defesa-central, de 34 anos, comprometeu-se com o Málaga para o que resta desta temporada e para a próxima, depois de se desvincular do PAOK Salónica.

"Quando me chamaram do Granada, decidi logo que queria vir e foi tudo muito rápido", disse o internacional luso, que traçou como meta "trabalhar ao máximo para competir bem todos os dias".

Ricardo Costa adiantou que pretende transmitir toda a sua experiência e visão do futebol à equipa: "Venho para ajudar a equipa a alcançar os seus objetivos, que são jogar bem, ganhar partidas e dar alegrias aos adeptos."

O jogador diz sentir-se fisicamente bem, depois de ter disputado três jogos na semana passada, e não afasta a possibilidade de se tornar no líder do Granada, referindo ser parte da sua "pesonalidade" e porque "no futebol há que dar a cara".

"Todos sabem como sou, estive quatro anos no Valência e fui um dos capitães, porque o principal é defender o meu emblema. Vim para defender o Granada até à morte", sublinhou.

O central diz sentir-se "preparado" para jogar no domingo contra o Real Madrid, salientando que seria "fabuloso" poder estrear-se contra os 'merengues', numa partida que "todos querem jogar".

O presidente do Granada, Quique Pina, referiu que a equipa precisava de "experiência e liderança" e que a contratação de Ricardo Costa "é a ideal para conseguir essas coisas".

"Nenhum dos jogadores que contratámos vem em plano de estrela, porque sabem que este é um clube humilde e modesto, e que a humildade é a única coisa que faz com que cheguem a cumprir os seus objetivos", frisou.

Lusa

  • "É evidente que não fecho a porta ao Eurogrupo"
    1:38

    Economia

    O ministro das Finanças diz que não fecha a porta ao Eurogrupo. A declaração é feita numa entrevista ao semanário Expresso. No entanto, Mário Centeno deixa a ressalva que qualquer ministro das Finanças do Eurogrupo pode ser presidente.

  • Itália tenta colocar migrações na agenda do G7 contra vontade dos EUA
    1:45
  • Raízes de ciência e rebentos de esperança
    14:14
  • Portugal pode ser atingido por longos períodos de seca

    País

    Portugal e Espanha podem ser atingidos até 2100 por 'megasecas', períodos de seca de dez ou mais anos, segundo os piores cenários traçados num estudo da universidade britânica Newcastle, que tem a participação de uma investigadora portuguesa.