sicnot

Perfil

Desporto

Super Bowl, evento voltou a mobilizar milhões nos EUA

Super Bowl, evento voltou a mobilizar milhões nos EUA

A Super Bowl, final da principal liga de futebol americano, terminou com a vitória dos Denver Broncos frente aos Carolina Panthers, num evento que vai muito além do desporto. O acontecimento desportivo mais aguardado nos Estados Unidos e que é também seguido em todo o planeta. Milhões de espectadores acompanham o jogo pela televisão, o que faz com que o Super Bowl seja estrategicamente planeado, de modo a tirar o máximo proveito das receitas publicitárias. Todos os anos, este evento desportivo faz movimentar mais de 14 mil milhões de dólares na economia norte-americana.

  • Os anúncios para o intervalo do Super Bowl
    5:22

    Desporto

    Carolina Panthers e os Denver Broncos são os nomes das equipas que entram este domingo no Super Bowl, o mais importante jogo de futebol americano. Como sempre, vale bem a pena ver o que os publicitários inventaram este ano para os tradicionais anúncios dos intervalos.

  • Encontrado corpo da criança que desapareceu na praia de São Torpes
    0:55

    País

    O corpo da criança que tinha desaparecido na praia São Torpes, concelho de Sines, foi encontrado esta manhã fora de água, nas rochas, a 1,5 quilómetros do sítio onde tinha desaparecido, no passado dia 21. O alerta foi dado por um popular à Polícia Marítima, cerca das 8h00.

  • Não há aumentos salariais no Estado para o ano
    1:18

    Economia

    O ministro das Finanças confirma a alteração dos escalões de IRS em 2018. É uma das medidas prioritárias para o próximo ano, a par do descongelamento das carreiras na função pública. Numa entrevista à Antena 1, Mário Centeno admite que não vai haver aumentos salariais no Estado no próximo ano

  • Obrigada a vir dos EUA, de 3 em 3 semanas, para ver o filho
    2:00
  • Marcelo diz que Europa não deve contar com benevolência dos aliados 
    1:19

    País

    O Presidente da República concorda com Angela Merkel, que este domingo defendeu que a Europa já não pode confiar a 100% nos países aliados. Numa conferência sobre o futuro da Europa, Marcelo Rebelo de Sousa defendeu que a União Europeia tem de assumir responsabilidades e protagonismo e não pode contar com a iniciativa e a benevolência dos aliados.

  • Merkel sugere que a Europa já não pode contar com aliados como os EUA
    1:45

    Mundo

    Depois das cimeiras do G7 e da NATO,e sem nunca mencionar Donald Trump, a chanceler alemã diz que é tempo de cada país tomar conta do próprio destino. As declarações de Angela Merkel foram feitas em Munique numa ação de campanha da CDU e evidenciam incómodo em relação às posições manifestadas pelos EUA.