sicnot

Perfil

Desporto

Artur Soares Dias é o árbitro do Benfica-FC Porto

O árbitro Artur Soares Dias, da Associação de Futebol do Porto, dirige na sexta-feira o clássico entre Benfica e FC Porto, da 22.ª jornada da I Liga, anunciou hoje o Conselho de Arbitragem da Federação Portuguesa de Futebol.

(AP/Arquivo)

(AP/Arquivo)

dapd

Artur Soares Dias, árbitro internacional, de 36 anos, já esteve esta época no jogo que opôs na primeira volta os dragões às águias, à quinta jornada (30 de setembro), então com um triunfo portista (1-0, golo de André André).

Também esta época, o árbitro, natural do Porto, esteve na receção dos portistas ao Sporting de Braga, à oitava jornada (a 25 de outubro), que terminou num empate sem golos.

Na sua carreira, será o nono jogo entre os 'grandes' do futebol português, o quarto entre Benfica e FC Porto.

O árbitro dirigiu pela primeira vez o 'clássico' entre 'águias' e 'dragões' a 20 de março de 2012, na Taça da Liga e em que o Benfica venceu na Luz por 3-2.

Depois, esteve também na vitória dos 'encarnados' na Luz (2-0, golos de Rodrigo e Garay), na edição 2013/14 da Liga.

Artur Soares Dias dirigiu ainda dois jogos entre FC Porto e Sporting e outros tantos entre Benfica e Sporting.

O Benfica recebe na sexta-feira, a partir das 20:30, o FC Porto, num momento em que as 'águias' partilham a liderança no campeonato com o Sporting (52 pontos), enquanto os 'dragões' são terceiros, com 46.

Lusa

  • O último adeus às vítimas da tragédia de Vila Nova da Rainha
    1:37

    País

    As cerimónias fúnebres das oito vítimas mortais do incêndio na Associação de Vila Nova da Rainha realizaram-se esta terça-feira. Três delas ocorreram em simultâneo na povoação do concelho de Tondela que, no passado sábado, viu a tragédia bater-lhe à porta.

  • Fóssil humano mais antigo encontrado em Portugal entregue ao Museu de Arqueologia
    3:42

    País

    O mais antigo fóssil humano até hoje encontrado em Portugal, o "Crânio da Aroeira", foi entregue no Museu Nacional de Arqueologia, em Lisboa. Em 2014, o fóssil foi encontrado pela equipa do arqueólogo João Zilhão perto de Torres Novas e foi restaurado e estudado na Universidade Complutense de Madrid, durante dois anos e meio.

  • De "lambe rabos" a "labrego", a polémica entre Rodolfo Reis e Bruno de Carvalho
    1:30
  • O Futuro Hoje na maior feira eletrónica de consumo do mundo
    5:14
  • Ambientalistas consideram insuficiente estratégia de Bruxelas para reduzir plástico
    2:07