sicnot

Perfil

Desporto

Presidente do Dínamo de Zagreb demite-se após nova investigação por corrupção

O presidente do Dínamo de Zagreb, Zdravko Mamic, demitiu-se hoje do cargo, na sequência da abertura de uma terceira investigação às suas atividades enquanto dirigente do clube da liga de futebol croata, por alegada corrupção.

Zdravko Mamic acusa o governo de estar a organizar uma perseguição à sua pessoa.

Zdravko Mamic acusa o governo de estar a organizar uma perseguição à sua pessoa.

© Antonio Bronic / Reuters

"É evidente que se trata de um ajuste de contas político", disse Mamic, em conferência de imprensa, que decorreu na capital da Croácia, acusando o governo que esteve em funções até dezembro de organizar uma perseguição à sua pessoa.

O gabinete de luta contra a corrupção e crime organizado anunciou segunda-feira a abertura de uma investigação contra Mamic e seis dos seus colaboradores, em torno de um caso que pode ter lesado o Dínamo em cerca de nove milhões de euros.

No cúmulo das três investigações, o dirigente e seu irmão Zoran, treinador do Dínamo, o seu filho Mario e o presidente da federação croata de futebol, Damir Vrbanovic, estão sob suspeita de desvio de fundos, suborno e evasão fiscal, em valores superiores a 30 milhões de euros.

O Fisco considera-os responsáveis por transferências ilegais de dinheiro para o estrangeiro através de empresas sedeadas em 'paraísos fiscais', relacionadas com negócios envolvendo futebolistas, nomeadamente o caso de Luka Modric para o Tottenham (2008) e Mateo Kovacic para o Inter de Milão (2013).

Desde o verão passado, os irmãos Mamic foram detidos duas vezes e libertados, sob fiança milionárias.

O Dínamo de Zagreb é líder do campeonato croata e pelo emblema alinham os portugueses Eduardo, Gonçalo, Ruben Lima e Paulo Machado.

Lusa

  • Chamas no concelho de Torre de Moncorvo ameaçaram aldeia
    1:30

    País

    Dois incêndios no concelho de Torre de Moncorvo deram luta aos bombeiros na tarde de ontem e também durante toda a noite. As chamas estiveram muito próximas da aldeia de Cabanas de Cima, mas os bombeiros conseguiram desviar o fogo.

  • Se

    Se Jaime Marta Soares tiver razão, se a ciência e as autoridades não forem - outra vez? - manipuladas pelo poder político, se a investigação - independente - concluir que o fogo começou muito antes da trovoada, então, estamos diante de um dos maiores embustes do Portugal democrático.

    Pedro Cruz

  • A reconstrução da Nacional 236
    1:44
  • Harry admite que ninguém na família real britânica quer ser rei ou rainha

    Mundo

    O príncipe Harry admitiu que nenhum dos mais jovens membros da família real britânica quer ser rei ou rainha. Numa entrevista exclusiva à revista norte-americana Newsweek, na qual aborda temas como a morte da mãe, que perdeu com apenas 12 anos, Harry afirma que ele e o irmão estão empenhados em "modernizar a monarquia".

    SIC