sicnot

Perfil

Desporto

José Peseiro focado em reduzir desvantagem do FC Porto para o Benfica

O treinador do FC Porto, José Peseiro, considerou hoje que "é importante vencer o Benfica", na partida de sexta-feira, da 22.ª jornada da I Liga portuguesa de futebol, de modo a "encurtar a distância para os rivais que seguem na liderança".

Oo Futebol Clube do Porto está em 3.º lugar com 46 pontos.

Oo Futebol Clube do Porto está em 3.º lugar com 46 pontos.

"Será um desafio que queremos vencer, contra um rival direto, uma equipa que está em primeiro lugar com o Sporting. Sabemos da importância de vencer este jogo para ficarmos a três pontos do Benfica", começou por dizer Peseiro na antevisão do 'clássico' que se vai jogar no Estádio da Luz, em Lisboa.

O técnico portista não deixou de mencionar a derrota da última jornada, frente ao Arouca (2-1), voltando a tecer críticas à decisão do árbitro Rui Costa de anular um golo ao FC Porto, que após este desaire ficou a seis pontos do duo de líderes, Benfica e Sporting.

"Tenho de recordar que no último jogo fizemos um golo, aos 62 minutos, que nos garantia neste momento estarmos a três pontos e dependentes apenas de nós para seremos campeões, mas que foi anulado", completou.

O treinador dos 'dragões' não quis abordar as qualidades do adversário, preferindo manter o discurso naquilo que a sua equipa pode fazer na Luz.

"Não vale a pena estar a enaltecer e a valorizar aquilo que o Benfica tem feito. Nós perdemos o último jogo e não ficámos satisfeitos, mas estamos já focados nesta partida, sinto a equipa com vontade total para vencer", garantiu.

Confrontando com as últimas estatísticas, que revelam o Benfica como uma equipa que costuma marcar cedo, e o FC Porto como conjunto que tem sofrido alguns golos em fases prematuras do jogo, o treinador do FC Porto garantiu que tal não irá mudar a identidade da equipa.

"Temos uma estratégia para este jogo, mas também há algo que FC Porto tem de ter, que é a sua identidade. Não faz sentido mudar aquilo que são as nossas ideias, mesmo tendo como referência o que é mais e menos importante nos adversários que temos pela frente", sublinhou.

Nesse sentido, José Peseiro rejeitou a eleger um favorito à vitória, garantindo que a sua equipa "quer vencer, porque acredita na sua competência e tem confiança total que vai à Luz para reduzir para três pontos a diferença para o Benfica".

À margem do duelo com os lisboetas, o treinador do FC Porto comentou a ausência de Maicon nos últimos treinos da equipa, garantindo não haver qualquer polémica com o jogador.

"O Maicon ainda está com queixas, não treina, e todas as outras questões que possam ser faladas são coisas a ser tratadas dentro da nossa família", assegurou.

O FC Porto, terceiro classificado com 46 pontos, desloca-se na sexta-feira ao terreno do Benfica, que segue na liderança do campeonato a par do Sporting, com 52 pontos, numa partida agendada para as 20:30, que terá arbitragem de Artur Soares Dias, da associação do Porto.

Lusa

  • "Sempre nos disseram que bastava o Aves ganhar para estar na Liga Europa"
    0:34

    Desporto

    O Presidente da SAD do Desportivo das Aves garante que não houve esquecimento ou atraso na inscrição do clube na Liga Europa. Luiz Andrade afirma que sempre lhe disseram que bastava vencer a Taça de Portugal para marcar presença na competição e que ainda não sabe se o clube pode ou não jogar a fase de grupos da competição europeia.

  • "Fui violada por Harvey Weinstein aqui em Cannes"
    1:02

    Cultura

    A cerimónia de encerramento do Festival de Cinema de Cannes ficou ainda marcada pelo discurso de Asia Argento. A atriz italiana que acusou Harvey Weinstein de a ter violado justamente numa das edições do festival de Cannes, e que há mais abusadores à solta.

  • As primeiras imagens das quatro crias da lince Malva
    0:20
  • Exército sírio declara Damasco "totalmente segura"

    Mundo

    O exército sírio proclamou esta segunda-feira a capital Damasco e também os arredores, como locais "totalmente seguros". O anúncio foi feito em clima de festa, depois de os militares terem reconquistado os bairros do sul da cidade, até agora nas mãos do Daesh.