sicnot

Perfil

Desporto

Rali da Suécia encurtado devido à falta de neve

O rali da Suécia terá este ano apenas 13 especiais, ao contrário das 21 previstas inicialmente, em resultado da falta de neve na maior parte do percurso, anunciou esta quarta-feira a organização.

A segunda prova do Mundial de ralis terá assim início apenas na sexta-feira de manhã, dia em que se realizarão seis das oito especiais previstas. (Arquivo)

A segunda prova do Mundial de ralis terá assim início apenas na sexta-feira de manhã, dia em que se realizarão seis das oito especiais previstas. (Arquivo)

© TT News Agency / Reuters

Entre as etapas canceladas está a super especial de 1,9 quilómetros realizada no hipódromo de Karlstad, que tradicionalmente dá início à prova.

A segunda prova do Mundial de ralis terá assim início apenas na sexta-feira de manhã, dia em que se realizarão seis das oito especiais previstas.

No sábado, dia em que se disputa a passagem pelo famoso Colin´s Crest, conhecido pelos enormes saltos e onde o francês Sebastien Ogier, campeão do mundo em título, tem um impressionante recorde de 41 metros, o número de especiais foi reduzido de oito para cinco.

Na última etapa da prova, a disputar no domingo, o rali passará apenas uma vez por Värmullsàsen e Lesjöfors, ao contrário das duas inicialmente previstas.

No total, apenas 240 dos 330 quilómetros cronometrados inicialmente previstos serão disputados.

Ogier (Volkswagen), tricampeão do mundo e vencedor do rali da Suécia em 2015, criticou duramente a decisão da organização, considerando-a "idiota".

"Não sei o que fazemos aqui, isto não serve a ninguém. Não sei quem tomou esta decisão, mas é um idiota. As duas melhores etapas da prova serão disputadas na Noruega [na sexta-feira], o resto é impraticável", afirmou Ogier em declarações ao jornal local Värmlands Folkblad.

"Não percebo porque se vai fazer a prova, que se tornou um rali de gravilha e lama, vamos destruir estradas sem nenhum motivo", acrescentou.

O responsável da prova na Federação Internacional de Automobilismo (FIA), Jarmo Mahonen, afastou a possibilidade de o rali da Suécia ser cancelado.

Lusa

  • Marcelo saúda "forma rápida" como Conselho de Ministros "tratou de tudo"
    1:03

    País

    O Presidente da República lembra que é preciso convergência de forma a adotar rapidamente as medidas mais urgentes do plano de emergência. No concelho de Tábua, Marcelo Rebelo de Sousa destacou ainda os esforços do Conselho de Ministros, mas lembrou que as medidas anunciadas são apenas o início de um processo e não o fim.